Pedro, o Grande, cria imposto da barba na Rússia

Há 315 anos… dia 5 de setembro de 1698.

5set13

Depois das batatas chips, da máquina de somar e do primeiro desenho animado, mais um post da editoria de Variedades aqui no efemérides!

Barbados, correi!

Pedro, o Grande, retornou da expedição de 18 meses pela Europa Ocidental e anuncia novas medidas na Rússia!

Boroda lichnaia tiagota, ou seja, “A barba é um incômodo inútil”.

Todos os homens que usam barba terão de pagar um imposto.

Conta O Panorama, revista literária portuguesa de meados do século 19, sobre o decreto de Pedro:

“Pedro I, vendo em quão grande apreço os seus subditos tinham a conservação das barbas, ordenou-lhes que as cortassem. Pretenderia elle, a exemplo de um legislador antigo, cujo espirito absoluto inimigo de contemporisações, offerecia alguma analogia com o seu caracter, sujeitar os russos á disciplina exigindo-lhes tão duro sacrificio? Seja como fôr, se a prohibição de Pedro I não foi inspirada por este motivo, soube ao menos tirar partido da resistencia que encontrou. Estabeleceu-se pois uma taxa sobre as barbas recalcitrantes, taxa proporcionada á posição social de cada um Os negociantes ou mercadores, os funcionarios da côrte ou da cidade, eram taxados em 100 dubios; os burguezes, ou simples cidadãos, e os familiares dos boyardos, pagavam 60 rublos; os habitantes de Moscow, 30 rublos; os camponezes cada vez, que passavam pelas barreiras da cidade tinham, que satisfazer 2 dengui, ou a viges sima parte de um rublo. Para se justificar que se havia pago o imposto era necessario apresentar uma especie de medalhinha aos guardas (FOTO DO POST), aliás estes armados de inexoraveis tesouras, saltavam no imprudente, e em poucos minutos o tosqueavam completamente.”

Sim, aconteceu.

Czar, primeiro chefe do Império Russo e apelidado de O Grande, Pedro I ficou no poder de 1682, quando tinha apenas 10 anos de idade, até 1725, ano de sua morte. Ficou conhecido por modernizar o país e abrir as portas para a Europa Ocidental.

O imposto da barba existiu até 1772, quando Catarina II, a Grande, aboliu a regra.

Hoje, ainda existem leis bizarras no país da vodca.

Por exemplo, é proibido ser emo na Rússia!

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Veja Pica Pau e o Barbeiro de Sevilha:

Fontes:

– Revista O Panorama

– Wikipédia

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s