O último gol de Romário no Maracanã

Há 10 anos… dia 25 de março de 2007.

Ana Carolina Fernandes/Folha Imagem

Das frontes de todo e cada rubro-negro nas arquibancadas e tribunas do Mário Filho, corria “a baba elástica e bovina dos possessos”, escreveria Nelson Rodrigues.

No placar, Vasco 3 a 0.

Não era o acachapante score que transtornava os flamenguistas, no entanto.

Era a possibilidade da História.

A História escrita no Maior do Mundo e em cima do Mengão!

Então, havia algo maior em jogo ali: a Honra. Com “H” maiúsculo.

Nas mentes loucas da massa urubu, o arquirrival podia marcar mais quantos gols quisesse. 4, 5, 6, 7…!

Um jogador, porém, não tinha mais o passe livre: o homem de cabelos grisalhos, camisa 11 às costas.

Esse, não! Esse, nunca!

Já bastava aquele terceiro, fácil pra qualquer um marcar, ainda mais ele!

Pois é, amigo leitor.

O que resta a um apaixonado e irracional torcedor de futebol, postado (e prostrado) na atmosfera louca de um Maracanã lotado, sob placar adverso, diante do antagonista, na iminência de ver ali, sob seus olhos, o gol 1000 de um ídolo nacional (pior: ídolo do Flamengo também)?

Só resta a Honra. Só ela salva.

Aos 42 minutos do segundo tempo, rubro-negros, cruz-maltinos e todos os deuses do futebol prenderam o ar…

O péssimo tiro de meta do arqueiro do Flamengo para nos pés de Leandro Amaral, que toca ao camisa 11. De costas, ele tenta dominar a bola, mas ela escapa para Conca, que a devolve, limpa. O 11 vira e vê a enorme cidadela à sua frente. Sabe o que fazer, claro.

O chute com a canhota sai firme, rasteiro. Mas o pé direito do goleiro salva e a bola vai à linha de fundo!

O goleiro? Bruno.

Quis o destino que ele evitasse o milésimo gol de Romário naquela noite.

E eu vi tudo. Ao lado de dois flamenguistas e um palestrino, além de meu irmão, são-paulino, eu vi tudo. Foi a única vez no velho Maraca.

Foi o último gol de Romário no Mário Filho.

O esperado gol 1000 sairia em maio, na casa do Vasco, São Januário. De pênalti, como Pelé.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Gols e melhores momentos:

Fontes e +MAIS:

– terra.com.br

– Acervo Estadão

– Acervo Folha

– globoesporte.globo.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s