Michael Schumacher estreia na Fórmula 1

Há 25 anos… dia 25 de agosto de 1991.

Michael Schumacher estreia na Fórmula 1

Poucos dias antes, o alemão de 22 anos de idade foi apresentado a um carro de Fórmula 1.

“Michael, Jordan J191. Jordan J191, Michael”.

Até então, o espinhudo Michael Schumacher não havia sequer entrado em um cockpit de uma máquina da mais nobre categoria do automobilismo.

O que torna ainda mais impressionante o que se sucedeu em apenas 11 dias, como conta a detalhada reportagem de Livio Oricchio no globoesporte.com (link abaixo).

Um dos trechos mostra o espanto de Trevor Foster, chefe do grupo de pista da Jordan, ao ver o piloto do Mundial de Marcas debulhar em um teste em Silverstone, antes da real estreia em Spa-Francorchamps.

“Ian, esse cara é muito rápido. Depois de cinco voltas, apenas, parecia dominar o carro como quem disputava a temporada”, disse, por telefone, ao chefe da escuderia irlandesa, Ian Phillips.

Quando o negócio foi pra valer, Schumacher escancarou que era, de fato, um grande piloto. Antes, uma explicação: o jovem alemão foi recrutado pela Jordan para aquele GP porque o titular, o francês Bertrand Gachot, estava preso na Inglaterra, após envolvimento em uma briga com um motorista de táxi, em Londres! – mais detalhes nos links.

Bem, voltando ao futuro heptacampeão de Fórmula 1, ele deixou todo mundo de queixo caído quando cravou o oitavo tempo no treino oficial na Bélgica! Botando 774 milésimos em cima do companheiro de equipe, o italiano Andrea De Cesaris (que, obviamente, não ficou nada feliz…).

Oitava colocação que se transformou em sétima por causa da punição ao italiano Riccardo Patrese, da Williams. Com irregularidade no carro, Patrese foi do segundo ao 17º posto no grid de largada.

Na corrida, porém, a Jordan número 32 sucumbiu logo na primeira volta. E todos ficaram instigados para ver mais daquele alemão queixudo.

O chefão da Benneton, Flavio Briatore, macaco velho que só ele, não ficou só na curiosidade e tratou de agir rápido: contratou Schumacher, chutando o brasileiro Roberto Pupo Moreno pra fora da equipe. No GP seguinte, em Monza, papeis e macacões trocados: Schumi na Benneton, Moreno na Jordan.

Em 1992, Michael Schumacher venceria seu primeiro GP. Justamente em Spa.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Imagens do treino:

E da corrida:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– Wikipédia

– history.com

– globoesporte.globo.com

– skysports.com

– flaviogomes.grandepremio.uol.com.br

– contosdaf1.wordpress.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s