Foo Fighters aparece na TV (e no Late Show!) pela 1ª vez

 Há 20 anos… dia 14 de agosto de 1995.

Foo Fighters aparece na TV (e no Late Show!) pela 1ª vez

Outro dia, em um papo de whatsapp com os irmãos sobre aquele extraordinário vídeo com 1000 músicos italianos tocando “Learn to Fly”, o caçula Felipe sentenciou algo que, a princípio, me pareceu exagerado, mas, posteriormente, concordei: “Foo Fighters é A banda dos anos 2000 pra cá”.

Óbvio que a frase assim, isolada, parece uma hipérbole sem tamanho, pé ou cabeça. Some-se a isso o ruído inerente a um chat por celular, além das discordâncias habituais quando nos arvorarmos a eleger O melhor/maior, principalmente quando se fala de música (ou futebol!), e pronto: temos a polêmica instaurada.

Nesse caso, no entanto, é diferente. O Felipe não estava colocando o Foo Fighters como a maior ou a melhor banda destes incipientes 2000, mas pontuando a expressão e o peso da banda de Dave Grohl neste início de século. E nisso eu concordo 100% com ele. E você?

Bom, toda essa longa introdução para falar que há 20 anos eles apareceram pela primeira vez na TV! Foi também a estreia em um palco que eles visitariam por muitas e muitas vezes. Um casamento duradouro entre a banda e um conhecido programa da televisão americana e um famoso apresentador. Uma parceria que rendeu nada mais nada menos do que 24 apresentações!

Em 14 de agosto de 1995, o Foo Fighters estreou no The Late Show With David Letterman. Um cartaz e tanto para o grupo, que até então se resumia a… Dave Grohl!

Pois é. Ainda em recuperação pelo suicídio do amigo Kurt Cobain, o ex-baterista do Nirvana exorcizou os fantasmas gravando um disco. Assim, meio de passatempo. Compôs todas as músicas e tocou todos os instrumentos, além dos vocais. Acabou que algumas gravadoras se interessaram e, então, ele assinou com a Capitol para lançar o álbum, sob o nome de Foo Fighters.

Pouco mais de um mês após o CD chegar às lojas (4 de julho), lá estava Grohl no David Letterman. Agora, já devidamente acompanhado. Na guitarra e no baixo, dois caras que seguem até hoje no “Fighters of Foo”, modo como Letterman passou a chamar a banda: Pat Smear e Nate Mendel. Na bateria, William Goldsmith, que saiu do grupo em 1997.

Naquele 14 de agosto, o quarteto tocou “This Is a Call”, com direito a suingados solos do baixo de Mendel, e levantou a plateia. Uma performance cartão de visita e que escancararia as portas do programa para eles. Mais do que isso, era o início de uma afetuosa amizade com David Letterman.

Amizade tão forte que, certa vez, logo depois de uma cirurgia cardíaca de Letterman, eles interromperam turnê na América do Sul para se apresentarem naquele palco histórico.

Adivinha quem Letterman chamou para tocar no último Late Show, em maio deste ano?

É.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Ouça “This Is a Call”:

Fontes:

Wikipedia

– foofightersbr.com

rollingstone.com

– slate.com

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.