Suécia muda a mão do trânsito

Há 50 anos… dia 3 de setembro de 1967.

Direita, volver!

Foi o que fizeram os suecos, cinquenta anos atrás.

Não, não tem nada a ver com política!

Há meio século, a Terra de Ingmar Bergman viveu o seu “Dagen H”, o “Dia H” – H para “Högertrafik”, ou seja, “trânsito na mão direita”, em tradução livre.

A partir de 3 de setembro de 1967, o regime de tráfego nas ruas do país deixou de ser pela esquerda (a chamada mão-inglesa) e passou a ser pela direita (também conhecida como mão-francesa), como na grande parte das nações do mundo.

Uma mudança que levou anos para ser aprovada pelo Parlamento Sueco, por causa da resistência da maioria da população. Em referendo de 1955, por exemplo, 83% votaram a favor da manutenção da mão-inglesa.

Apesar da impopularidade, o poder legislativo da Suécia conseguiu aprovar a transição, em maio de 1963.

Eram dois os motivos pela alteração: 1) os vizinhos Finlândia e Noruega já seguiam o modelo da mão direita; 2) os volantes dos carros suecos ficavam do lado esquerdo (como os daqui) e complicavam a visão dos motoristas, causando mais acidentes.

Iniciou-se, então, uma campanha nacional de quatro anos para conscientizar todos da mudança. Uma campanha de verdade, com direito a logo (foto abaixo) e até musiquinha (vídeo abaixo)!

Além disso, novas placas, sinais e postes começaram a ser colocados, ruas e avenidas receberam novas pinturas e indicações, entre outras transformações estruturais e visuais. E o Dia D, ou melhor, o “Dia H” estava mais próximo!

No “Dagen H”, da 1h às 6h da manhã, quase todo o tráfego da Suécia foi proibido. Alguns ônibus e outros veículos até circularam, mas com regime especial.

Aliás, toda a frota de bondes de Estocolmo foi retirada e substituída por ônibus, já com portas no lado direito! Em outras cidades, como Gotemburgo, os velhos veículos sobre trilhos permaneceram.

Claro, foi um certo caos. Mas valeu a pena!

No dia seguinte, começava a era da mão direita na Suécia. Segundo as autoridades, houve cerca de 125 pequenos acidentes, número abaixo da média para uma segunda-feira, e nenhum acidente fatal foi registrado.

O país se tornaria referência mundial em segurança no trânsito e hoje é modelo internacional de política de mobilidade, principalmente em grandes núcleos urbanos.

E você sabia que, no Brasil, antes de 1928, havia estados que adotavam a mão-inglesa?

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Curta-metragem sueco sobre o Dagen H:

A musiquinha:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– Wikipédia

– washingtonpost.com

– wired.com

– nationalgeographic.org

– mentalfloss.com

– lostinstockholm.com

– realscandinavia.com

– updateordie.com

– farolblumenau.com

– sinaldetransito.com.br

– rarehistoricalphotos.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s