“With a Little Help from My Friends”

Diz a lenda que a música sobre amizade é das últimas reais parcerias entre John e Paul.

Hunter Davies confirma parcialmente a tese na biografia dos Beatles e em As letras dos Beatles – A história por trás das canções. Conta que testemunhou a finalização da composição, em uma tarde/noite de março de 1967, na casa de Paul, em St. John’s Woods.

“John começou a tocar guitarra e Paul a batucar no piano. Por umas duas horas, ficaram tocando aleatoriamente. Cada um parecia mergulhar em transe até o outro tocar algo bom, então isolava isso de uma massa de ruídos e também experimentava. Eles já tinham estabelecido a melodia na tarde anterior, uma música cadenciada e suave, e definido o nome ‘With a Little Help from My Friends’. Agora tentavam melhorar a melodia e buscavam palavras para colocar nela”.

Davies relata também que a ideia sobre Ringo cantar já estava consolidada mesmo antes do nascimento da canção. Seria algo na linha de “Yellow Submarine”, “voltada para a garotada, e adequada ao alcance vocal dele”, escreve o autor.

Letra finalizada, o primeiro obstáculo com o vocalista apareceu. Não havia modo de convencer Ringo a cantar o segundo verso, “Would you stand up and throw tomatoes at me?”. Na memória, um passado não tão distante no qual a plateia realmente jogava objetos sobre o baterista!

“Would you stand up and throw tomatoes at me?” virou “Would you stand up an walk out on me?” e a questão foi resolvida.

O problema agora era outro. Apreensivo e inseguro, Ringo sempre achava um jeito de cair fora e adiar a gravação dos vocais.

Certa madrugada, com sol já raiando, saía de fininho de Abbey Road quando foi surpreendido por Paul. “Onde você está indo, Ringo?”, perguntou. “Pra casa, pra cama”, respondeu Ringo. No que o irônico baixista rebateu, convicto: “Não. Vamos fazer os vocais agora.”

Ringo tentou sair pela tangente, se dizendo exausto, buscando apoio e empatia de John e George. Em vão. Ambos engrossaram a convocação de Paul. “Não, volte aqui e cante para nós”, disse John, com um sorrisinho no bigode.

Resignado, ele resmungou e se postou à frente dos microfones. Com Paul, John e George colados, oferecendo o suporte moral imprescindível. Então, com uma “little help from his friends”, o baterista se saiu muito bem e até desempenhou a contento na nota mais alta, ao final da música.

A sessão terminou regada a whisky com coca-cola, em celebração à performance de Billy Shears!

Fantástico.

Amanhã tem “Lucy in the Sky with Diamonds”.

Até!

Dica! → Clica em cima do selo para ver todos os posts do especial Sgt. Pepper’s 50!

Ringo e Paul, ao vivo, em 2009:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– Wikipédia

– songfacts.com

– beatlesbible.com

– thebeatles.com

– As letras dos Beatles – A história por trás das canções, de Hunter Davies

– beatlesinterviews.org

Anúncios

3 comentários sobre ““With a Little Help from My Friends”

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s