Elvis Presley grava “Jailhouse Rock”

Há 60 anos… dia 30 de abril de 1957.

Dos mesmos autores de “Hound Dog”, “Jailhouse Rock” foi um dos três hits de Elvis em 1957 – “All Shook Up” e “(Let Me Be Your) Teddy Bear” são os outros. Fechou um ano mágico para The King.

A história da composição traz passagem engraçada.

Os compositores Jerry Leiber e Mike Stoller conheciam Nova York pela primeira vez. Maravilhados, queriam aproveitar cada segundo na Big Apple: shows, boates, clubes, tudo. Mas havia uma missão a cumprir.

Jean Aberbach, publisher da Hill and Range music, os convocara para o time de compositores que participariam da seleção da trilha do próximo filme de Elvis (de título provisório “The Hard Way”). Leiber e Stoller tinham escrito algumas canções para o longa anterior, “Loving You”.

Certo dia, impaciente com a falta de produtividade da dupla vinda de Los Angeles, Aberbach irrompe no quarto de hotel. “E aí, rapazes, onde estão minhas canções?”, indagou. Os compositores o acalmaram e disseram que ele as teria em breve.

“Eu sei, porque vocês não vão sair deste quarto até que eu as tenha”, garantiu Aberbach, empurrando uma cadeira em frente à porta, a única saída para fora, sentenciando: “Eu vou tirar um cochilo”.

Com Aberbach aboletado na poltrona, em sono profundo, Leiber e Stoller não tiveram outra escolha a não ser escrever. Em quarto, cinco horas, compuseram quatro músicas: “Jailhouse Rock”, “Treat Me Nice”, “I Want To Be Free” e “(You’re So Square) Baby I Don’t Care”. Todas entrariam no filme.

“Jailhouse Rock”, no entanto, teria destino especial, pois acabaria dando o título ao longa-metragem, lançado em novembro.

Em 30 de abril de 1957, a dupla de compositores esteve no estúdio para gravar o single com Elvis. Foi o dia em que o conheceram.

“Elvis tinha pedido a nossa presença na sessão de gravação de ‘Jailhouse Rock’. Ele conhecia as canções que tínhamos produzido, então nos solicitou lá. Foi assim que o conhecemos. Ele era um cara muito fácil de lidar e de se estar. (…) Enquanto trabalhávamos em ‘Jailhouse Rock’, percebemos que era um talento muito especial”, diria, posteriormente, Mike Stoller, que tocou o piano no registro original.

Uma introdução de seis segundos, com pancada seca de bateria acompanhada de piano e guitarra, desemboca no boogie woogie dançante e cativante, com direito a voz meio rasgada de Elvis e solo de Scotty Moore – aliás, o idealizador da intro. Sonzaço, que antecipou o Led Zeppelin, como sabiamente captou o amigo Berg, outro dia.

“Jailhouse Rock” foi lançado em 24 de setembro e permaneceu no topo americano por sete semanas, chegando também ao #1 das paradas Country e R&B. No Reino Unido, já estreou no primeiro lugar, se tornando o primeiro single a realizar tal feito.

Na Inglaterra, aliás, um grupo de nome The Quarrymen costumava tocar a música ao vivo, com um tal de John Lennon nos vocais. Não há registro gravado, no entanto. Uma pena.

Jerry Leiber e Mike Stoller seriam os autores do compacto sucessor, “Don’t”, o 11º número 1 seguido de Elvis.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Clipe de “Jailhouse Rock”:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– Wikipédia

– songfacts.com

– elvis-history-blog.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s