Muhammad Ali vence Karl Mildenberger na Alemanha

Há 50 anos… dia 10 de setembro de 1966.

Muhammad Ali vence Karl Mildenberger na Alemanha

Em entrevista de 1973, Ali afirmou que Karl Mildenberger tinha sido seu adversário mais difícil até aquele momento da carreira. Impossível saber se The Greatest estava só cutucando e provocando Joe Frazier – certamente, o seu mais terrível oponente dentro de um ringue – ou se, de fato, falando a verdade. Em se tratando de Ali, a primeira opção é a mais provável.

Bem, o único encontro entre ele e o alemão de Kaiserslautern aconteceu exatas cinco décadas atrás, no Waldstadion (hoje Commerzbank Arena), em Frankfurt. Quase 40 mil pessoas estiveram presentes na primeira luta de Ali em solo germânico, a primeira vez em que uma disputa de pesos-pesados acontecia no país. A multidão deve ter saído empolgada com o que viu.

Nas bolsas de apostas, o americano tinha larga vantagem de 10-1 em sua sexta defesa do cinturão. Antes de o gongo soar, houve um verdadeiro desfile de ex-campeões no ringue: o local Max Schmeling, o grande Joe Louis e o sueco Ingemar Johansson apresentaram o duelo entre Ali e Mildenberger.

Quando o combate começou, o desafiante canhoto provou-se um ferrenho adversário, aguentando as fortes pancadas de Ali com coragem e perseverança, como relatou a agência Associated Press:

“O campeão dos pesos-pesados Cassius Clay encontrou uma surpreendentemente forte resistência do agressivo Karl Mildenberger por muitos rounds antes de vencer o combate, no 12º assalto, na noite do último sábado”, relatou, chamando Ali ainda pelo antigo nome.

O juiz Teddy Waltham encerrou a luta aos 1:28 do 12º round. À essa altura, Mildenberger já tinha sido derrubado três vezes por Ali, no quinto, no oitavo e no décimo assalto. No sexto, o alemão sofreu corte no olho esquerdo, que se fechou completamente por volta do oitavo round. Mesmo assim, ele persistiu.

“Foi uma luta dura. Eu o castiguei seguidas vezes com muitos golpes. Tive a chance de derrubá-lo antes em várias oportunidades. Ele foi difícil de superar e ainda tinha um soco pesado. Foi agudo, mas um grande cavalheiro, também”, disse Muhammad Ali, após a 26ª vitória da carreira.

Antes do retorno aos Estados Unidos, no dia seguinte, ele teve a grandeza e a generosidade dos gênios. Já no aeroporto, o juiz Waltham teve seu cachê de 1.000 libras roubado. Quando soube do furto, Ali imediatamente deu a quantia de seu próprio bolso.

Ele voltaria a lutar na Alemanha quase 10 anos depois, em embate marcante. Foi em Munique, contra o inglês Richard Dunn, a última vitória de Muhammad Ali por nocaute.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Melhores momentos:

A luta, na íntegra:

Fontes e +MAIS:

– boxrec.com

– stripes.com

– eyeonthering.com

– webgalleria.com

– theslot.com

– gettyimages.com.au

– usatoday.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s