Stefan Edberg, 50 anos

19 de janeiro de 1966

Stefan Edberg, 50 anos

“Tenista de saque-e-voleio, foi soberbo com apenas uma mão impulsionando seu backhand” – atpworldtour.com

“Um dos mais elegantes saque-e-voleio na história” – tennis.com 

“Edberg é conhecido como o melhor jogador de saque-e-voleio de sua época e, sem dúvida, o maior de todos os tempos” – Wikipedia 

“Stefan Edberg teve, indiscutivelmente, o melhor voleio de backhand da história do tênis” – tennisfame.com 

Como se lê acima, há uma unanimidade acerca de Stefan Bengt Edberg: foi um extraordinário representante do jogo de saque-e-voleio. Talvez o mais expressivo e o maior do estilo. E tem mais: distante ou próximo à rede, poucos tiveram – e terão – a elegância e a letalidade de seu golpe de backhand. Com uma mão só, diga-se!

Ao longo de 13 anos de carreira, de 1983 até 1996, o sueco de Västervik chegou a 11 finais de Grand Slam e ganhou 6 troféus: 2 Australian Open (1985 e 1987), 2 Wimbledon (1988 e 1990) e 2 US Open (1991 e 1992). Terminou o biênio 1990-91 como número 1 do mundo.

Chamou a atenção do mundo do tênis ao realizar feito inigualável até hoje. Antes de se tornar profissional, Edberg venceu o “Junior Grand Slam”, ou seja, conquistou as taças em todos os quatro grandes torneios do circuito sub-18, na Austrália, na França, na Inglaterra e nos Estados Unidos.

Depois, foram mais de 40 taças de simples e outras 18 em duplas, a maioria ao lado do compatriota Anders Järryd. Aliás, desde que a ATP iniciou a estatística de ranking, Edberg e John McEnroe são os únicos tenistas a alcançarem o topo nas duas listas.

Pela Suécia, angariou ainda 4 taças de Copa Davis, em 1984, 1985, 1987 e 1994. É o tenista recordista de seu país em finais, com sete no total. Edberg também fez parte da equipe sueca campeã da extinta Copa do Mundo, em 1988, 1991 e 1995.

Além do extenso rol de troféus, certamente guarda com carinho a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984, quando o tênis foi modalidade de demonstração. Quatro anos mais tarde, em Seul, levou mais duas medalhas olímpicas, de bronze, tanto em simples quanto em duplas.

Em 2004, entrou para o International Tennis Hall of Fame.

Herói de um garoto chamado Roger Federer, teve a oportunidade de treinar o maior de todos os tempos recentemente, em uma união que se encerrou no fim de 2015, mas trouxe benefícios e incrementos visíveis para o jogo da lenda suíça.

Stefan Edberg segue como um dos tenistas mais admirados e reconhecidos de todos os tempos.

E, possivelmente, como o maior do estilo saque-e-voleio.

50 jogadas memoráveis de Stefan Edberg:

Fontes e +MAIS:

Wikipedia

Wikipédia

– atpworldtour.com

– tennis.com

tennisfame.com

– stefanstennis.free.fr

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.