Beatles lançam single “Help!” nos EUA

Há 50 anos… dia 19 de julho de 1965.

Beatles lançam single "Help!" nos EUA

“I mean it. It’s real!  It’s just me singing ‘Help!’ and I meant it… When ‘Help!’ came out, I was crying out for help. Most people think it’s just a fast rock’n’roll song. I didn’t realize it at the time, I just wrote it at the time because I was commissioned to write it for the movie. But later, I knew I really was crying out for help. It was my fat Elvis period. You see the movie, he – I – is very fat, very insecure, and he’s completely lost himself. And I am singing about when I was so much younger and all the rest, looking back at how easy it was. I was fat and I was crying out for help.”

Help! I need somebody

Help! Not just anybody

Help! You know I need someone

Help!

A letra é pornográfica de tão explícita. Mas nem Paul percebeu o pedido desesperado do parceiro: socorro!

A melodia acelerada e insinuante talvez nos impeça de captar o grito de John. Um brado de um garoto de quase 25 anos, tragado pela loucura voraz da Beatlemania, perdido e sozinho, inseguro de tudo, em um mundo girando cada vez mais rápido. Nostálgico de um “Yesterday” aconchegante e conhecido. Um tempo que não volta…

“Isn’t he a bit like you and me”?

Pois é. Quem nunca pediu exasperadamente por ajuda?

O lindo e doído grito é uma das músicas próprias dentro dos Beatles de que ele mais gostava. Dizia ser uma composição verdadeira, a exemplo de “Strawberry Fields Forever”.

“Elas foram as únicas que eu realmente escrevi a partir da experiência e não me projetando em uma situação e compondo uma bela história, o quê sempre achei meio falso. A letra é tão boa agora como na época. Faz-me sentir seguro em saber que era tão sensível, consciente de mim mesmo naquela época… Isso foi sem ácido, sem nada – bem, talvez maconha”, revelou John, em 1970.

O single de “Help!” chegou às lojas dos Estados Unidos há exatos 50 anos. Passados quatro dias, foi lançado no Reino Unido. Com “I’m Down”, de Paul, no lado B. Tremenda ironia! Logo decolou ao topo de ambas as paradas.

Dez anos depois, Caetano Veloso captaria com precisão o grito desesperado de John, assim como fizera com “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga. Uma versão de voz e violão sensivelmente triste, porém maravilhosa, presente no álbum Jóia (1975). Releitura melódica e bonita, absolutamente adequada à súplica do beatle.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

“Help!” ao vivo:

Fontes:

– Wikipedia

– songfacts.com

– beatlesbible.com

– beatlesbooks.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s