Palestra Itália 8 x 0 Corinthians

Há 80 anos… dia 5 de novembro de 1933.

A engraçada cena do ótimo O Casamento de Romeu e Julieta faz menção à maior goleada do derby paulista. Nota: peço aos corintianos que relevem a provocação palmeirense ao final do vídeo!

Hoje faz 80 anos que o Palestra Itália aplicou 8 a 0 no Corinthians, a maior goleada do clássico e a maior derrota da história do clube de Parque São Jorge.

O confronto era válido pelo Campeonato Paulista e também pelo Torneio Rio-São Paulo. Naquele momento, o alviverde de Palestra Itália liderava o estadual, enquanto o rival vivia momento ruim. O desfecho de ambos os certames foi o mesmo: Palestra Itália campeão.

Aquela temporada, aliás, foi histórica para o alviverde. Em 34 partidas, foram 26 vitórias, 5 empates e apenas 3 derrotas. O time anotou 113 gols e acumulou expressivas goleadas, como um 5 a 1 no mesmo Corinthians, no primeiro turno do Paulistão, além de 4 a 1 no Fluminense, 6 a 0 no Bangu e 5 a 0 no Ypiranga-SP.

O nome daquela tarde de 5 de novembro de 1933 foi Romeu Pellicciari. Fez quatro gols e entrou para a História como o primeiro a anotar a marca no clássico.

Outro que brilhou foi Gino Imparato (que “aparece” na cena do filme, acima!), autor de outros três tentos na partida. Gabardo completou o elástico placar no recém-inaugurado e moderno Stadium Palestra Itália.

“Toda a classe e superioridade do alviverde traduziram-se em tentos frente a um Corinthians frágil e tímido, o que constituiu uma contagem recorde para o clássico encontro”, escreveu o jornal A Gazeta, na edição de 6 de novembro. Segundo o impresso, o goleiro Onça evitou uma goleada ainda maior.

O resultado provocou uma crise no Corinthians. Vândalos atearam fogo nas dependências do clube e o então presidente Alfredo Schurig (nome oficial da Fazendinha) se demitiu, junto com toda a diretoria.

“Deixando na data de hoje os destinos do Corinthians em outras mãos, formulamos os nossos mais ardentes votos para que consigam levar avante a tarefa gigantesca na sua administração. Recolhemo-nos hoje à tranquilidade dos nossos lares’, anunciaram os diretores, ‘tranquilos e de consciências satisfeitas”, dizia um comunicado, publicado em A Gazeta na semana seguinte à acachapante derrota.

O Corinthians só “devolveria” os 8 a 0 em 27 de agosto de 1952, quando impôs a maior goleada ao rival, já renomeado Palmeiras. O placar de 5 a 1 seria repetido em 1º de agosto de 1982.

Mas essa(s) história(s) fica(m) pra outro(s) dia(s)… Porque todo dia é histórico.

5nov13

Fontes:

Wikipédia

palmeiras.com.br

Placar

Anúncios

Um comentário sobre “Palestra Itália 8 x 0 Corinthians

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s