“Titanic” estreia nos Estados Unidos

Há 20 anos… dia 19 de dezembro de 1997.

“Filmes como este não são meramente difíceis de fazer, mas quase impossíveis de fazer bem. As dificuldades técnicas são tão assustadoras que é uma maravilha quando os cineastas também conseguem trazer o drama e a história na medida. Eu me vi fisgado tanto pela história quanto pela saga. A configuração da história de amor é bastante rotineira, mas a recompensa – como todos se comportam quando o navio está afundando – é a trama maravilhosamente escrita, à medida que passageiros são obrigados a fazer escolhas impossíveis.”

Roger Ebert ecoou a quase totalidade de críticos de cinema ao redor do planeta. Rendeu-se ao épico romântico, aos efeitos especiais, ao texto, aos personagens – maravilhosamente interpretados, todos, diga-se -, ao combo monumental de “Titanic”.

Duas décadas atrás, a produção de US$ 200 milhões de James Cameron debutou nos cinemas dos Estados Unidos. No primeiro dia, arrecadou quase US$ 9 milhões. No primeiro final de semana, quase US$ 29 milhões!

Mais do que o dinheiro, o longa com Leonardo DiCaprio e Kate Winslet angariou e segue angariando uma legião de fãs. Vinte anos depois, ainda encanta.

“Eu tive a rara experiência de assistir pela primeira vez duas semanas atrás, às portas do 20º aniversário do lançamento do ‘Titanic’ em 1997. Tinha 14 anos quando estreou nos cinemas. Para muitos dos meus amigos, o ‘Titanic’ não foi apenas uma experiência formativa, mas a experiência formativa, um filme que assistiram no cinema duas vezes ou 12 ou 25 vezes e inúmeras vezes na TV a cabo desde então. O cartaz com Leonardo DiCaprio pendia na parede do quarto; o romance de Jack e Rose foi o romance adolescente para dominar todos os romances de adolescentes”, escreveu Alissa Wilkinson, em ótimo texto no vox.com.

“Titanic” seria o “king of the world” de 10 em 10 premiações do cinema mundial. Colecionou láureas aos borbotões. Só de estatuetas de Oscar foram 11. James Cameron faturou a sua. Experimentaria nova sensação de rei em 2009, com “Avatar”.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Trailer:

 

Fontes e +MAIS:

– Wikipédia

– Wikipedia

IMDb

– rogerebert.com

– Acervo Estadão

– Acervo Folha

– time.com

– vox.com

– mirror.co.uk

– popsugar.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.