“Rebeldia Indomável” estreia nos EUA

Há 50 anos… dia 1º de novembro de 1967.

Nos anos 1960, os filmes “Desafio à Corrupção”, “Criminosos Não Merecem Prêmio”, “O Indomado”, “Rebeldia Indomável”, “Hombre” e, principalmente, “Butch Cassidy” consolidaram Paul Newman no rol de grandes atores do cinema.

Eis o trecho do post-biografia de Paul Newman, de fato um dos grandes atores da História da sétima arte.

Em 1967, ele viveu o protagonista Luke Jackson em “Rebedia Indomável” – “Cool Hand Luke”, no título original.

Um anti-herói, meio vilão, mas um bad boy cheio de charme e carisma.

Deixa o mestre Roger Ebert colocar em melhores palavras:

“O herói do cinema costumava ser uma inspiração, mas recentemente ele se tornou um substituto. Nós não queremos mais ser heróis nós mesmos, mas queremos saber que os heróis estão de prontidão, caso precisemos de algum. Isso resultou em uma inversão interessante de estereótipos.

O anti-herói usual era um cara ruim de que gostávamos secretamente. Então, com Brando, tivemos um cara ruim de que não gostamos. Agora, em ‘Cool Hand Luke’, temos um bom cara que se torna um cara ruim porque ele não gosta de nós.

Luke é o primeiro personagem de Newman a se conhecer bem o suficiente para nos dizer ‘sai fora’. Ele arrisca seu pescoço para nos fazer felizes. Com este longa, Newman completa um ciclo de cinco filmes ao longo de seis anos, e juntos eles têm algo a dizer sobre o status atual do heroísmo. Duvido se essa foi a intenção original de alguém. Mas ‘Cool Hand Luke’ desenha os tópicos dos filmes anteriores, especialmente ‘Hombre’, e é um filme duro e honesto com uma espinha dorsal.”

Com direção de Stuart Rosenberg, “Rebeldia Indomável” teve quatro indicações ao Oscar, uma para Newman, claro. Somente George Kennedy levaria a estatueta, de Melhor Ator Coadjuvante.

Dois anos mais tarde, Paul Newman encarnaria, ao lado de Robert Redford, o que se tornaria, certamente, a mais emblemática e carismática dupla de anti-heróis do cinema, em “Butch Cassidy and the Sundance Kid”.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Trailer:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– Wikipédia

– IMDb

– rogerebert.com

– nytimes.com

– mentalfloss.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s