Beatles cantam “All You Need Is Love” ao mundo

Há 50 anos… dia 25 de junho de 1967.

“Esse é o estúdio 23, em Sydney, Centro Nacional Australiano de Controle, para a primeira transmissão mundial ao vivo: Our World”, anunciou o speaker, abrindo o sinal para 14 países e quase 700 milhões de pessoas, na primeira transmissão internacional ao vivo da História.

Duas horas e meia e um passeio ao redor do planeta depois, o âncora “aterrissou” em Londres. Dos estúdios de Abbey Road, John, Paul, George e Ringo cantaram o amor para o mundo. Uma mensagem que ecoa até hoje.

Foi John o arquiteto da canção que virou hino. De letra direta e melodia circular, como um mantra, “All You Need Is Love” é uma máxima universal e atemporal. Um lema cada vez mais fundamental.

Hunter Davies relembra o entusiasmo do autor com o desafio de conceber uma canção global.

“Ele gostou do desafio de criar uma música com palavras e melodia que fossem facilmente compreendias por todas as nacionalidades, todas as culturas. E a possibilidade de inventar uma frase que parecesse slogan, uma música com mensagem simples, também lhe agradava. Tanto John quanto Paul começaram a buscar ideias adequadas – mas foi ‘All You Need Is Love’, de John, que veio à tona primeiro e foi escolhida”, conta o escritor, no livro de letras.

A construção da poderosa melodia tem o toque de mestre e de maestro de George Martin, com a inconfundível “overture” que eternizou a “Marselhesa”. Ajudado por Brian Epstein, Martin também foi o responsável por acelerar os meninos na produção da canção, já que o prazo era curto.

Foi tudo bem rápido. Em 18 de maio, eles assinaram contrato para representar a BBC e o Reino Unido na transmissão. As gravações começaram em 14 de junho, com 33 takes. Nova sessão no dia 19, em que tudo ficou para o ao vivo.

No grande dia, tudo caminhou conforme o previsto. Ou não, já que as câmeras foram abertas um pouco antes e quase flagraram um estressado e ansioso George Martin entornando um puro malte escocês com o engenheiro Geoff Emerick!

Nervos controlados pelo scotch, Martin comandou a cena dentro do estúdio, voltou a fita e ordenou a entrada da orquestra. One, two, three… e os metais soaram os primeiros acordes do belíssimo hino da França.

Cercados das ilustres presenças de Mick Jagger, Keith Moon, Eric Clapton e Marianne Faithfull, e vestidos com as cores e flores do “Verão do Amor”, os Beatles fecharam a inédita transmissão de TV com alegria e, claro, muito amor.

Um comovente desfecho para um dia histórico.

Love is all you need!

Trecho da primeira meia-hora da transmissão:

Beatles:

Fontes e +MAIS:

– thebeatles.com

– Wikipedia

– beatlesbible.com

– rollingstone.com

– As letras dos Beatles – A história por trás das canções, de Hunter Davies

– mcluhangalaxy.wordpress.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s