Dinamarca conquista a Eurocopa na Suécia

Há 25 anos… dia 26 de junho de 1992.

Um conto de fadas.

Essa foi a Eurocopa de 1992 para a Dinamarca.

Há exatos 25 anos, a mágica fábula terminou em final feliz para a seleção de futebol da terra de Hans Christian Andersen.

A vitória por 2 a 0 sobre a poderosa Alemanha, então vice europeia e campeã mundial, foi o capítulo final de um inédito e histórico título para os comandados de Richard Nielsen. E pensar que eles nem deveriam estar na Suécia!

Sim, a seleção dinamarquesa foi uma intrusa na fase final do torneio. (Ou, para citar um dos contos de Andersen, foi “O Patinho Feio”!)

Na fase de classificação, o time do gigante Schmeichel acabou em segundo lugar do grupo 4, atrás da Iugoslávia. França, Escócia, União Soviética, Alemanha, Holanda e Inglaterra, além da anfitriã, completavam o seleto clube de oito qualificados para o filé da Euro’92.

Porém, em 30 de maio, pouco tempo depois do estouro da guerra civil, a Iugoslávia sofreu sanções das Nações Unidas e imediatamente foi suspensa pela FIFA, ficando impedida de participar de qualquer competição.

E assim, a 11 dias do pontapé inicial na Suécia, a vaga caía no bico do patinho feio dinamarquês…

“Eu deveria ter arrumado minha nova cozinha, mas então fomos chamados para jogar na Suécia”, revelou, bem-humorado, o técnico Nielsen, momentos depois do triunfo sobre os germânicos.

Não foi somente a cozinha da casa do treinador que ficou esperando na Dinamarca. Michael Laudrup, um dos craques do time e do Barcelona campeão europeu, nem viajou para a nação vizinha, por conta de desentendimentos técnicos e táticos com Nielsen. Deve se arrepender amargamente até hoje…

O comandante técnico, então, apoiou o time na sólida defesa liderada pelo goleiraço Schmeichel e pelo zagueiro e capitão Olsen, e também nos talentos de Brian, irmão de Michael Laudrup, do meia Larsen e do atacante Povlsen.

Em um grupo composta pelos anfitriões, França e Inglaterra, a parada seria decidida somente no último jogo. Na estreia, empate sem gols com os ingleses. Depois, derrota por 1 a 0 para os donos da casa. Na decisiva contenda contra a França, só restava a vitória. O reserva Elstrup se tornaria o herói da classificação ao anotar o segundo gol nos 2 a 1 sobre os Bleus.

Na semifinal, a temida campeã Holanda, de Gullit, Van Basten, Rijkaard e do ainda jovem Bergkamp, com o mítico Rinus Michels no banco. Após intensos, dramáticos e frenéticos 90 minutos, empate por 2 a 2, e nada de gols na prorrogação. Nos pênaltis, brilharia a estrela de Schmeichel, que pegou a cobrança de Van Basten e garantiu a vaga na grande decisão.

O arqueiro também seria fundamental no duelo contra a Alemanha, pegando bolas impossíveis em tentativas de Klinsmann, Sammer e companhia limitada. Coube à dupla de meio-campistas Jensen e Vilfort o protagonismo e o papel de artilheiros do jogo. Placar final: 2 a 0 “Dinamáquina”!

Um sonho inesquecível de verão.

Essa foi a Eurocopa de 1992 para a Dinamarca.

Em tempo!: Não deixe de clicar nos links abaixo para ler mais histórias sobre o título da Dinamarca, em especial o da Trivela, que conta o show do Nirvana no Festival de Roskilde, a 30 km de Copenhague, naquele mesmo 25 de junho de 1992. Imperdível!

Melhores momentos e gols (com narração dinamarquesa!):

Jogadores relembram o título:

Trailer do filme “Sommeren’92”:

Fontes e +MAIS: 

– uefa.com

– Wikipedia

– Wikipédia

– Acervo Folha

– Acervo Estadão

– fichadojogo.wordpress.com

– bleacherreport.com

– thedockyards.com

– cphpost.dk

– fourfourtwo.com

– bbc.com

– imortaisdofutebol.com

– mantosdofutebol.com.br

– trivela.uol.com.br

 

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s