O dia em que Keith Moon tocou com o Led Zeppelin

Há 40 anos… dia 23 de junho de 1977.

Em meados da década de 1960, por volta de 1966, mais ou menos, quando os Yardbirds já estavam minguando, Jimmy Page teve o sonho de formar um supergrupo.

Nas guitarras, ele e Jeff Beck. No baixo, John Entwistle. Na bateria, Keith Moon. Uma banda de outro planeta, de fato!

Como todo mundo sabe, o sonho nunca se realizou. O único fruto desta utopia foi a ideia do nome para a futura banda de Page, um tal de Led Zeppelin. Uma piração da dupla do Who, especialmente de Moon (leia mais aqui e no link da Wikipedia, abaixo).

Eis que, dez anos depois, a quimera virou realidade. Bem, ao menos 50% dela!

Em 23 de junho de 1977, Keith Moon tocou com o Led Zeppelin e tornou concreto parte do antigo desejo de Page.

“Parte não, né, ô éfemello? Led + Moon é muito mais do que um sonho, bicho!”.

Pois é.

Foi uma amostra diminuta e efêmera. Porém, memorável, histórica.

Irreverente, o baterista do Who irrompeu em cena e pôs a plateia em delírio. Então, foi para seu habitat, ao lado de John Bonham (Moon e Bonham, juntos. Meu deus!). Com um tímpano e outros instrumentos de percussão, fez dueto com Bonham em “Rock and Roll”, “Moby Dick” e também em “Whole Lotta Love”. Generoso, “Bonzo” deixou o ídolo comandar a bateria por alguns minutos.

Depois, Moon ainda assumiu o microfone, enquanto Robert Plant brincava com a bateria. Falou algumas coisinhas até ser interrompido pelo vocalista do Led, que o apresentou, oficial e cerimoniosamente. Como se precisasse!

Sensacional.

O inigualável Keith Moon partiria pouco mais de um ano depois, em 7 de setembro de 1978.

Mas essa (trágica) passagem fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Em tempo: vale ler a crítica do Los Angeles Times sobre aquele show, assinada por Robert Hilburn. Primeiro parágrafo: “Quando Keith Moon transformou o solo obrigatório de John Bonham em uma fantástica noite de quinta-feira no Fórum Inglewood, ofereceu uma oportunidade conveniente para refletir sobre a hierarquia das clássicas bandas inglesas dos anos 60.”

Trechos da noite histórica:

“Moby Dick”:

Fontes e +MAIS:

– ledzeppelin.com

– ultimateclassicrock.com

– dangerousminds.net

– larrygetlen.com

– cultura.estadao.com.br

 

Anúncios

3 comentários sobre “O dia em que Keith Moon tocou com o Led Zeppelin

  1. Caro Gustavo,
    Sem palavras…! Só agradecimentos! 🙂
    Faço o blog com muito amor e paixão e é de encher os olhos quando o leitor percebe isso!
    Muito obrigado, de verdade!
    Fique com a gente!
    Grande abraço,
    Fernando.

  2. Efemello, gosto muito de seus textos. Mas alguns, como este, são de arrepiar. Arrancam sorrisos e nos fazem sonhar. Muito obrigado!

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s