França conquista a Copa Davis após 59 anos

Há 25 anos… dia 1º de dezembro de 1991.

França conquista a Copa Davis após 59 anos

59 anos.

Depois de um hexacampeonato entre os anos de 1927 e 1932, a França simplesmente estacionou na Copa Davis. Então, assistiu, meio de longe e resignada, o domínio americano e australiano e mais a ascensão britânica.

Foi difícil.

Mas a glória retornou em 1991. Em casa… e contra os americanos!

“Foi uma celebração de Copa Davis no estilo local, Lyonnaise, que demanda a todo mundo a chorar em seu champanhe. Houve um beijo – na verdade, dois, pois é assim que os franceses gostam de se saudar, especialmente quando eles ganharam o título de tênis que tiveram que esperar 59 anos para recuperar”, escreveu Robin Finn, no New York Times.

Sim, há 25 anos, a dupla formada pelos canhotos Guy Forget e Henri Leconte surpreendeu aos jovens, agressivos e já talentosíssimos Pete Sampras e Andre Agassi para trazer a sétima taça da Davis para a França, a primeira da Era Aberta do tênis mundial.

Um time amparado pela irreverência, experiência e, claro, extrema inteligência do capitão Yannick Noah.

Foi um categórico, indiscutível e afirmativo 3 a 1, com direito a passeio de Leconte no número 1 Sampras.

“Eu me senti terrível depois. Estava esmagado. Toda a conversa sobre a Copa Davis ser uma coisa de equipe, e eu me senti muito solitário – tão sozinho como eu jamais me sentiria em uma quadra de tênis. Claro, os outros estavam lá no banco, me encorajando. E você tem seu capitão sentado com você, para que você possa conversar e ter conselhos sobre a tática do jogo. Mas as pessoas superestimam muito disso. Não é como se você pudesse entregar a sua raquete para um companheiro de equipe e dizer: ‘Ei, eu estou tentando, mas tem como dar um tempinho?’.

Em sua autobiografia, A champion’s mind, Sampras relata suas duas derrotas naquela decisão em Lyon. E revela a “amarelada” do garoto de 20 anos, em especial no primeiro jogo, diante de Leconte.

Os títulos em 1992 e 1995 compensariam, em parte, a perda em 1991.

Os franceses venceriam novamente a Davis em 1996, novamente com Noah de comandante.

Mas essa(s) história(s) fica(m) pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Momentos finais do último jogo:

Fontes e +MAIS:

– Acervo Folha

– Acervo Estadão

– Wikipédia

– Wikipedia

– nytimes.com

– telegraph.co.uk

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s