“As Duas Faces de um Crime” estreia nos cinemas americanos

Há 20 anos… dia 3 de abril de 1996.

"As Duas Faces de um Crime" estreia nos cinemas americanos

“Advogado bem-sucedido e egocêntrico é chamado para defender rapaz acusado de matar um arcebispo em Chicago”, diz a sinopse da Wikipédia. É por aí mesmo… Talvez caibam alguns adjetivos a mais para o advogado, como “arrogante”, “pretensioso”, “misógino”. E predicados para o rapaz, como “frágil”, “perturbado”, “bipolar”.

A verdade é que “As Duas Faces de um Crime” apresenta o duelo psicológico e intelectual entre um homem aparentemente dono de si e um menino à primeira vista sem controle algum sobre a própria personalidade.

Na pele do advogado Martin Vail, um Richard Gere já experiente, com muitos papéis marcantes no currículo – vide “Gigolô Americano”, “A Força do Destino”, “Uma Linda Mulher”, só pra citar alguns.

No papel do garoto Aaron Stampler, um Edward Norton debutante, em performance impressionante e inesquecível. Uma estreia “de placa”, digna de Oscar (ele mereceu a indicação, mas não levou a estatueta em 1997 – Cuba Gooding Jr. venceu, por “Jerry Maguire”).

Norton passou por uma “peneira” pesada, de clube de futebol, e acabou o escolhido entre 2.100 candidatos! Matt Damon era um deles e ficou pelo caminho. Leonardo Di Caprio declinou convite do diretor Gregory Hoblit para o papel. Talvez ganhasse o Oscar mais cedo!

A verdade é que não poderia ter ficado com ator melhor. Como se provou no futuro, Norton sabe interpretar personagens perturbados, com dupla personalidade. (Leia mais no link da Unreality Magazine, abaixo).

Ancorado na extraordinária atuação de Edward Norton e na regular performance de Gere – sem esquecer de bons coadjuvantes, como Laura Linney -, o filme prende a atenção do início ao fim e tem bom ritmo.

Mestre Roger Ebert deu 3,5 estrelas de 4 possíveis ao longa-metragem lançado há 20 anos e enalteceu os personagens tridimensionais. Assino embaixo.

Depois de “As Duas Faces de Um Crime”, Edward Norton continuaria sua ascensão em Hollywood. Ainda lhe falta um merecido Oscar… Esse dia ainda há de chegar.

E essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Trailer:

Fontes e +MAIS:

Wikipedia

Wikipédia

IMDb

rogerebert.com

– nytimes.com

– unrealitymag.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.