Começa a Guerra do Golfo

Há 25 anos… dia 16 de janeiro de 1991.

Começa a Guerra do Golfo

Aviões de combate da força multinacional aliada iniciaram a guerra ao Iraque às 2h30 da manhã de hoje (21h30 de ontem em Brasília) A operação “tempestade no deserto” começou à 0h58 (19h58 em Brasília), com a decolagem de caças F-15 de uma base na região central da Arábia Saudita.

De Israel, Clóvis Rossi reportou à Folha de S. Paulo sobre o início da Guerra do Golfo, a 16 de janeiro de 1991 – já dia 17 em Bagdá. Por volta das 19h (horário de Washington) – cerca de 3h na capital do Iraque -, as tropas de 28 países, lideradas pelos Estados Unidos, inauguraram a famosa “Operação Tempestade no Deserto” (“Operation Desert Storm”, em inglês).

Poucas horas depois, em longo pronunciamento na televisão, o presidente americano George Bush confirmou os primeiros ataques e explicou as razões da guerra no Golfo Pérsico. Um conflito que, para ele, havia começado em 2 de agosto de 1990, quando Saddam Hussein invadiu o Kuwait.

Bush relembrou a tentativa de resolução por via diplomática, ou seja, pela Organização das Nações Unidas. “Enquanto o mundo esperava, Saddam Hussein encarou cada tratado de paz com desprezo aberto. Enquanto o mundo rezou pela paz, Saddam se preparou para a guerra”, disse, em tom solene de “velho cowboy”.

O presidente dos EUA ainda citou o debate conjunto no Congresso, finalizado com a autorização do uso de força militar no país de Saddam Hussein (52 a 47 no Senado/250 a 183 na Câmara). Por fim, garantiu: “Eu disse ao povo americano antes que isso não será um novo Vietnã”.

Bush estava certo. Após mais de um mês de combates, as forças aliadas expulsaram o exército de Saddam do Kuwait. Enquanto mais de 100 mil soldados iraquianos morreram, os EUA contabilizaram “apenas” 383 fatalidades.

O mundo acompanhou a guerra pela televisão, ou melhor, pela CNN. A rede americana ganhou fama e cresceu graças a uma cobertura in loco e quase em tempo real. Isso em era pré-internet e de celulares tamanho paralelepípedo!

Em 26 de fevereiro, Saddam Hussein anunciou a rendição e a retirada das tropas iraquianas do país vizinho. No dia seguinte, o presidente americano declarou suspensa a ofensiva e estabeleceu as condições para um cessar-fogo. Terminava a Guerra do Golfo.

Vinte e dois anos depois, em março de 2003, o filhinho de (Bush) papai de mesmo nome invadiria a nação de Saddam. Agora sim, se iniciava um novo Vietnã.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Jornal Nacional do dia 17 de janeiro:

Pronunciamento de George Bush:

Fontes e +MAIS:

Wikipedia

Wikipédia

Acervo Estadão

Acervo Folha

– history.com

– cnn.com

news.bbc.co.uk

– usatoday.com

– folha.uol.com.br

– theguardian.com

– operamundi.uol.com.br

– acervo.oglobo.globo.com

 

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.