Primeira edição do Jornal da Tarde é publicada

Há 50 anos… dia 4 de janeiro de 1966.

Primeira edição do Jornal da Tarde é publicada

A efeméride de hoje deveria ser só celebração. Mas logo vem um travo amargo, pois ele não está mais aqui. Morreu cedo demais…

Querido Jornal da Tarde, o JT.

Cinco décadas atrás, o vespertino idealizado por Mino Carta teve a primeira edição, com as manchetes aí da foto acima.

Uma história que começou em setembro de 1964, quando a famosa Edição de Esportes passou a ser publicada aos domingos à noite pelo Grupo Estado. Foi a forma encontrada pela família Mesquita de preencher a ausência da edição de O Estado de S. Paulo às segundas-feiras.

Pois a Edição de Esportes se transformou em case de sucesso absoluto. Conquistou até prêmios, como o Esso de 1965, por reportagem de Hamilton de Almeida e Tão Gomes Pinto. Por um tempo, conviveu tranquilamente com o Estadão. Mas era questão de tempo para se tornar algo maior…

Então, a família Mesquita deu a missão para Mino Carta, então comandante da Edição de Esportes: criar um novo jornal, totalmente diferente do que havia no Brasil, com inspiração no new journalism americano. Um jornal vespertino, misto de diário e revista semanal, como definiu Ruy Mesquita, por muito tempo diretor de redação e editorialista do JT. Aliás, a equipe do jornal era conhecida por “os meninos do Ruy”!

A redação foi montada – formada, em maioria, por jovens jornalistas -, e, do meio para o fim de 1965, edições experimentais foram elaboradas. Não somente o conteúdo tinha de ser inovador, mas a forma como seria apresentado. Nesse sentido, o Jornal da Tarde fez uma revolução gráfica no País.

Em mais de quatro décadas, foram inúmeras criações, como o Jornal do Carro e o Divirta-se, que existem até hoje no Estadão, capas memoráveis, como a da Copa de 1982 e da morte de Tom Jobim (ver fotos), tempos de altas vendagens – em 1990, era o jornal mais vendido em bancas na Grande São Paulo e tinha tiragem média entre 120 e 190 mil! -, pesos pesados do jornalismo assinando reportagens ou colunas, e infinitas, incontáveis histórias.

O Jornal da Tarde é página fundamental na História do jornalismo brasileiro e do Brasil.

Em resposta à capa da última edição: “Obrigado, JT!”

A última foi em 31 de outubro de 2012.

Mas essa (triste) história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Documentário sobre o JT – Universidade São Judas – 2013:

Fontes e +MAIS:

Wikipédia

Acervo Estadão

– noticias.uol.com.br

– meioemensagem.com.br

– terceirotempo.bol.uol.com.br

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.