Carl Perkins lança o compacto de “Blue Suede Shoes”

Há 60 anos… dia 1º de janeiro de 1956.

Carl Perkins lança o compacto de “Blue Suede Shoes”

Para muitos estudiosos e musicólogos, é o primeiro rock de sucesso, verdadeiramente.

Primeiro porque incorpora elementos do blues, do country e do pop da época, os mid 50’s.

Segundo e mais importante: “Blue Suede Shoes” atingiu posições de destaque nas três paradas da Billboard. No mesmo dia, em maio de 1956, a música de Carl Perkins entrou na lista de Pop, R&B e Country. O segundo lugar da categoria pop foi o ápice.

Antes dela, claro que alguns rocks tiveram destaque. “Maybellene”, de Chuck Berry, chegou ao #5 da parada de rock e ao primeiro lugar de R&B. “Rock Around the Clock”, de Bill Haley and His Comets, foi o primeiro rock a atingir o topo, tanto nos Estados Unidos quanto na Inglaterra.

Nenhuma, porém, havia conseguido êxito nas três paradas. E isso não foi pouco…

“Blue Suede Shoes” nasceu de uma história contada por Johnny Cash para Carl Perkins, sobre seus tempos de Força Aérea. A dupla – e mais Elvis Presley e outros músicos – estava em turnê pelo Sul dos Estados Unidos.

Em uma noite, Cash se recordou de um colega que conhecera na época de serviço na Alemanha, chamado C.V. White. O tal soldado usava a expressão “blue suede shoes” para falar de algo chique, requintado. Cash falou para Perkins escrever algo com esse termo.

Tempos depois, em dezembro de 1955, Perkins fazia show em um baile de colegiais e notou diálogo entre um casal que dançava. Conseguiu ouvir com nitidez uma frase do garoto, que se portava de maneira um tanto indiferente ao seu par: “Uh-uh, don’t step on my suedes!”.

Com a história de Johnny Cash e o episódio do baile na cabeça, começou a trabalhar em uma canção já naquela noite. Penou um pouco na composição por alguns dias até que a inspiração veio, no meio de uma madrugada.

Como o próprio se recorda, “Blue Suede Shoes” foi escrita em 17 de dezembro. Por não ter nenhum papel à mão, o músico e compositor do Tennessee colocou a letra em um saco pardo de batata – o nosso equivalente ao famoso saco de pão!

Dois dias depois, Perkins entrou nos estúdios da Sun Records e gravou seu novo rock. Mais doze dias e o compacto de “Blue Suede Shoes” chegava às lojas, com “Honey Don’t” no lado B. Ambas posteriormente gravadas pelos Beatles, diga-se de passagem.

Alguns meses depois, o jovem topetudo que acompanhava Perkins e Cash naquela turnê – e que lançara seu primeiro single pela Sun Records no fim de janeiro – gravou sua versão de “Blue Suede Shoes”. Foi sucesso absoluto, bem maior que do pai da canção.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

“Blue Suede Shoes”, de Carl Perkins:

A história da música:

E uma versão de outro planeta, do extraterrestre Jimi Hendrix:

Fontes e +MAIS:

Wikipedia

– songfacts.com

– rockabillyhall.com

– npr.org

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.