O último show do Pink Floyd

Há 10 anos… dia 2 de julho de 2005.

Sob calorosos e fanáticos aplausos de um Hyde Park completamente tomado, o emocionado Roger gesticulou com o braço, chamando David, inclinando a cabeça, como se dissesse: “Come here, mate! For good old times…!”. David consentiu e se juntou a Roger, Nick e Richard.

Unido pelos braços, o Pink Floyd saudou uma gigantesca plateia pela última vez.

Uma bonita e emotiva última vez.

Era a despedida no palco de uma das maiores bandas de rock da História, um quinteto que virou quarteto. Um grupo que explorou inúmeras possibilidades musicais e artísticas, lançou motes e palavras de ordem, refletiu sobre a vida, a morte, a grana, a amizade, a loucura, o amor, o tempo, o passado e o futuro. E, claro, criou álbuns imortais, como The Dark Side of The Moon, uma sublime obra-prima, absolutamente fundamental.

Uma banda que nasceu em 1965, sob a liderança do inquieto e brilhante Syd Barrett, mas que teve de se reinventar com o colapso do gênio. Roger Waters e David Gilmour se alternaram – e se alteraram! – no comando. Não sem a preciosa ajuda do irreverente e bonachão Nick Mason e do elegante e erudito Richard Wright.

“É realmente muito emocionante estar aqui com esses três caras depois de todos esses anos. E junto de vocês. Nós estamos fazendo isso para todos que não estão aqui, mas particularmente, é claro, para Syd”, disse Roger, voz embargada, com os marcantes acordes iniciais de “Wish You Were Here” ao fundo, uma das cinco músicas que eles apresentaram no show de quase 25 minutos.

Havia 24 anos que “esses quatro caras” não se reuniam no palco. O fim tinha sido doloroso, duro. Um corte seco, como o título do último álbum, The Final Cut. Custou para costurar o rasgo da lâmina. O reencontro, sempre idealizado nas cabeças e corações da legião de pinkfloydianos mundo afora, era improvável, impossível. Seria necessário algo maior para o sonho virar realidade.

Dinheiro? Não. Muito dinheiro? Não. Um abaixo-assinado com milhões de assinaturas? Não. Um abaixo-assinado com bilhões de assinaturas? Não. Uma causa social? Bingo!

Foi o protagonista de “The Wall” o responsável pela última reunião do Pink Floyd. Músico e ativista, Bob Geldof estava à frente do Live 8, um gigantesco evento de música em nove países diferentes do planeta (o G8 + África do Sul) com o objetivo principal de pressionar os líderes mundiais a darem o perdão da dívida externa às nações mais pobres do mundo.

“Como a maioria das pessoas, quero fazer tudo que puder para convencer os líderes do G8 a estabelecerem firmes compromissos para o alívio da pobreza e o aumento da ajuda ao terceiro mundo. É uma loucura que a América dê uma porcentagem tão insignificante de seu PIB para as nações famintas. Qualquer disputa que Roger e a banda tiveram no passado é tão sem importância neste contexto, e se a re-formação para este show vai ajudar a chamar a atenção, então ele tem que valer a pena”, anunciou David, no dia 12 de junho.

Vinte dias depois, o Pink Floyd estava no palco outra vez, em uma noite de verão londrino, em um cartão-postal da capital inglesa. Além da linda faixa-título do álbum de 1975, eles tocaram “Speak To Me/Breathe/Breathe Reprise” e “Money”, fechando com “Comfortably Numb” e o magistral solo da guitarra de David.

Em 2008, um câncer levou Richard Wright e parte do Pink Floyd junto. Syd Barrett já havia partido dois anos antes.

Roger, David e Nick subiriam outra vez no palco em 2011.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

O show no Live 8:

Fontes:

Wikipedia

– pinkfloydonline.com

– ultimateclassicrock.com

Anúncios

2 comentários sobre “O último show do Pink Floyd

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s