Morre o ator Walter Matthau

Há 15 anos… dia 1º de julho de 2000.

Morre o ator Walter Matthau

“Walter Matthau, cujas performances com rabugentos, mas cativantes personagens, fizeram-no um peculiar e grande homem do cinema, do teatro e da televisão, morreu ontem, em Santa Monica, Califórnia. Ele tinha 79 anos.”

O início do obituário do New York Times, de Mel Gussow, sintetiza bem quem foi Walter John Matthow, filho de judeus imigrantes, nascido no Lower East Side de Nova York, que cresceu no teatro, fez carreira muito bem-sucedida em Hollywood e também brilhou na televisão.

Primeiro vilão, depois cômico, Matthau formou dupla excepcional com Jack Lemmon, começando com “Uma Loura por um Milhão”, em 1966, terminando com “Dois Parceiros em Apuros”, em 1997. Uma parceria que virou uma grande amizade.

“Eu perdi alguém que amava como um irmão, como um amigo próximo e um ser humano notável. Nós também perdemos um dos melhores atores de todos”, disse Lemmon, por ocasião da partida do companheiro.

A estreia da dobradinha – “The Fortune Cookie” em inglês – rendeu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante para Matthau. Mais tarde, a série de dois filmes “Dois Velhos Rabugentos” e “Dois Velhos Mais Rabugentos” arrecadou mais de US$ 70 milhões em bilheteria nos EUA, contrariando a ideia de que “filmes com velhos” não vendem.

Além desses, Matthau e Lemmon contracenaram em outros sete longas-metragens, com destaque para “The Front Page” (“A Primeira Página”), dirigido pelo renomado Billy Wilder, a exemplo de “Uma Loura”. Por falar em direção, Lemmon dirigiu o amigo em “Kotch” (“Ainda há Fogo sob as Cinzas”), em 1971.

Já no final da carreira, Matthau também ficaria conhecido pelas participações em “Dennis, o pimentinha”, como o senhor Wilson, e em “I.Q. – A Teoria do Amor”, no papel de um Einstein cupido. O último filme foi “Hanging Up” (“Linhas Cruzadas”), no qual contracenou com Meg Ryan e Diane Keaton, a diretora do longa.

Walter Matthau morreu de ataque cardíaco. Quase um ano depois, o amigo Jack Lemmon o reencontrou.

Hoje, os rabugentos dão risada e contam piadas no céu.

Trecho de “The Fortune Cookie”:

Fontes:

Wikipedia

Wikipédia

IMDb

nytimes.com

theguardian.com

Acervo Folha

Acervo Estadão

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s