O primeiro show do Queen

Há 45 anos… dia 27 de junho de 1970.

O primeiro show do Queen

Truro, Inglaterra.

Foi na Câmara Municipal da pacata cidade a 373 km de Londres que começou o reinado de uma das maiores bandas de rock da História.

“Agora, somos o Queen!”, enfatizava, a todo o momento, o vocalista, que também estreava naquele dia.

A constante ressalva sobre o nome fazia sentido. Para a maioria dos presentes na plateia, aquele ainda era o Smile, do baterista Roger Taylor e do guitarrista Brian May e que tinha Tim Staffell no baixo e nos vocais.

Inclusive, a apresentação já havia sido anunciada no jornal da cidade em abril. A mãe de Taylor, ativa na comunidade e envolvida na organização do evento em prol da Cruz Vermelha, tinha colocado um pequeno reclame no diário local.

No ínterim, tudo mudou.

Em março, Staffell deixou o Smile e foi para o Humpy Bong. Nas apresentações de abril e maio, Taylor e May dividiram os vocais com o baixista Mike Grose, que havia tocado com o baterista em outra banda, em meados dos anos 1960. O Smile sobrevivia com a ajuda de aparelhos.

A ideia era continuar se apresentando com o nome e com o revezamento de bandleader. Mas no meio do caminho havia um tal de Farrokh Bulsara.

Amante da música, já tinha sido vocalista de outras bandas da cena de Londres. Por volta de 1969, trabalhava com Taylor e May e também dividia apartamento com o baterista. Era fã confesso do Smile e, inclusive, já havia sido roadie deles em alguns shows. Também não se calava e fazia críticas, principalmente sobre as performances no palco. Para ele, devia haver mais teatralidade e atuação.

Bulsara, então, convenceu os amigos do Smile de que ele deveria ser o novo vocalista. Taylor e May concordaram e a estreia estava marcada: 27 de junho de 1970.

Mas havia um problema: o Smile estava morto e era preciso um novo nome para o novo quarteto. Farrokh, que agora era Freddie, apareceu com uma ideia: Queen. Hesitantes, Taylor e May não gostaram, mas não tinham muito tempo para pensar.

Quando subiram ao palco da Câmara Municipal de Truro e soltaram os primeiros acordes de “Stone Cold Crazy”, eles já eram o Queen.

Há pouco registro sobre o debute, mas Grose relembra que eles ainda estavam muito “crus”. Taylor também ressalta que o novo vocalista ainda não dominava completamente o palco, como faria depois, já como o inimitável e único Freddie Mercury.

Após mais duas apresentações com Grose no baixo, o Queen teve Barry Mitchell no posto até o final de 1970. No ano seguinte, John Deacon assumiria de vez o instrumento e completaria a formação clássica e definitiva do Queen. O primeiro álbum veio em 1973.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Em tempo: não há certeza de que a foto acima seja do show de 27 de junho de 1970. Mas fica o registro do ainda Freddie Bulsara, sem o característico e marcante bigodón!

Ouça “Stone Cold Crazy”, que entraria no 3º álbum do Queen:

Fontes:

ultimateclassicrock.com

– queenzone.com

queenlive.ca

– queenconcerts.com

– queenonline.com

– lomography.com.br

gigwise.com

– planet-rogerocks.blogspot.com.br

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.