Em Dortmund, Led Zeppelin inicia a última turnê

Há 35 anos… dia 17 de junho de 1980.

Em Dortmund, Led Zeppelin inicia a última turnê

Naqueles deliciosos e às vezes calorosos papos de mesa de bar, sempre que surge o tema rock, costumo fazer uma brincadeirinha com o Led Zeppelin. Digo que se algum dia, por acaso, um extraterrestre aparecer na minha frente e me perguntar o quê é rock and roll, coloco, sem hesitar, uma música deles pro amiguinho d’álem Terra ouvir. Bem alto!

Pra mim, Plant, Page, Jones e Bonham formaram o quarteto que melhor sintetizou o estilo.

Primeiro, porque são geniais, cracaços em suas “posições”. Faz aí uma rápida pesquisa no Google: “best vocalists”, “best guitar players”, “best bassists”, “best drummers”… Eles estão nas listas, né? Pois é.

Segundo, porque foram beber da fonte do blues de raiz para formatarem o seu som, sem deixar de explorar o quê estava em volta e atrás deles, como o reggae, o R&B, o psicodélico e até o erudito (vide “Kashmir”, entre outras).

Mais do que tudo, esses quatro extraordinários músicos se completavam. A voz doce e forte de Plant, a guitarra sensual e onírica de Page, o baixo pulsante e psicodélico de Jones, a bateria potente e precisa de Bonham. O sumo do rock and roll está no Led Zeppelin. Ao menos as coisas mais caras a mim no estilo: a força, a liberdade, a sensualidade, a beleza, o lirismo, a redenção…

Há exatos 35 anos, esses quatro seres superiores – quem sabe até eles é que são os extraterrestres! – iniciaram o último giro, a última turnê, o último rolê juntos em cima do palco.

O primeiro de 14 shows da “Tour Over Europe 1980” foi realizado em Dortmund, na Alemanha. A terra de Beethoven e Wagner, aliás, foi a grande agraciada na rodada europeia: 10 apresentações aconteceram em solo germânico. Bélgica, Holanda, Suíça e Áustria também receberam o “dirigível de chumbo”.

O show da arena Westfalenhallen, assim como os outros do tour, contou com um set list bem abrangente e diversificado, com músicas de todos os álbuns do Led (à exceção, claro, de Coda, lançado somente em 1982).

Um réquiem, talvez. Não importa. O fato é que ali está o melhor deles. Puro rock and roll.

No dia 7 de julho, Plant, Page, Jones e Bonham subiram pela última vez ao palco, em uma Berlim ainda dividida pelo Muro.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

O show de Dortmund:

Fontes:

Wikipedia

bootledz.com

– thesound.co.nz

– ledzeppelin-database.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s