CNN entra no ar nos Estados Unidos

Há 35 anos… dia 1º de junho de 1980.

CNN entra no ar nos Estados Unidos

“Nós não sairemos do ar até que o mundo termine. Estaremos no ar, cobrindo ao vivo, e esta será a nossa última, a nossa derradeira transmissão. Nós vamos tocar o hino nacional por uma vez neste primeiro de junho, e só. Quando o fim do mundo vier, tocaremos ‘Nearer, My God, to Thee’ antes de sairmos do ar”.

Foram as palavras de Ted Turner antes de colocar a sua emissora de TV a cabo no ar. Direto de Atlanta, no estado da Geórgia, nascia a CNN (Cable News Network), o primeiro canal de notícias 24 horas da televisão mundial.

Por volta das 17h, horário americano, o casal de apresentadores Dave Walker e Lois Hart saudava brevemente os telespectadores e já iniciava o anúncio frenético de notícias, marca registrada da CNN, imitada posteriormente por praticamente todos os “filhos” e “netos” do canal.

Sem mais delongas, Hart chamou a reportagem sobre o atentado ao líder negro e ativista dos direitos civis Vernon Jordan. Dois dias antes, em 29 de maio, ele fora baleado quando saía do Marriott Inn, em Fort Wayne, Indiana. Foi a primeira matéria apresentada na CNN.

A história sobre o atentado continuou sendo assunto ao longo do dia. Aliás, o primeiro link ao vivo mostrou pronunciamento do então presidente Jimmy Carter, direto de Indiana, falando sobre as investigações e o estado de saúde de Jordan. Carter reapareceria na programação em entrevista exclusiva concedida ao repórter Daniel Schorr.

Naquele 1º de junho, a CNN contava com apenas 225 funcionários no total, em redações e sedes espalhadas pelos Estados Unidos. Hoje, são mais de 4 mil empregados ao redor do mundo, com escritórios em todos os continente. Na época, o canal atingia menos de 2 milhões de lares na América. Em 2015, está em quase 100 milhões de casas pela Terra do Tio Sam.

A primeira grande cobertura da emissora seria a Guerra do Golfo, no início dos anos 1990. As imagens ao vivo dos bombardeios e ataques aéreos do exército americano sobre os campos de petróleo e áreas da região impulsionariam internacionalmente o canal de Ted Turner.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

O primeiro dia da CNN:

Fontes e +MAIS:

edition.cnn.com

Wikipedia

history.com

Acervo Estadão

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s