Morre Bruce Lee

Há 40 anos… dia 20 de julho de 1973.

20jul13

Tranquilo e infalível como Bruce Lee”

“Um Índio” – Caetano Veloso

Ele foi um ícone da cultura pop do século 20.

Ele elevou as artes marciais a outro patamar.

Com técnica primorosa aliada aos efeitos do cinema, ele colocou os filmes de luta a um nível de popularidade único.

Sem ele, não existiriam Van Damme, Steven Seagal ou Jackie Chan.

Sem ele, não existiriam “Kill Bill – vol.1 e 2″ e muito menos a personagem Beatrix Kiddo (notou semelhança na roupa, na foto acima?)

Infelizmente, Bruce Lee partiu cedo demais.

Naquele 20 de julho de 1973, estava em Hong Kong para se encontrar com a atriz Betty Ting Pei, do Taiwan. Queria convencer a atriz a participar de seu próximo filme, “Jogo da Morte”. Chegou à casa de Betty de tarde, junto com o produtor Raymond Chow.

No início da noite, reclamou de dor de cabeça e tomou comprimidos com analgésicos e relaxante muscular. Foi se deitar em um dos quartos da casa. Mais tarde, Chow ligou para Betty a fim de saber como estava Lee. Ao chegar no quarto, a atriz não conseguiu acordá-lo. Bruce Lee foi levado ao hospital e declarado morto minutos depois. Tinha 32 anos.

A fugaz e rica trajetória de Bruce Lee pela Terra começou no dia 27 de novembro de 1940, em San Francisco. Bruce Jun Fan Lee nasceu na hora do Dragão, entre 6 e 8 da manhã, no ano do Dragão, algo muito forte e simbólico na Astrologia Chinesa.

Filho de pais de Hong Kong, cresceu na cidade chinesa até os 18 anos, quando retornou aos Estados Unidos, primeiro em San Francisco, depois em Seattle. Logo começou a ensinar artes marciais, principalmente o kung fu, que aprendera a partir dos 13 anos, com o mestre Yip Man.

Depois, estudou filosofia, teatro e psicologia na Universidade de Washington, onde conheceu a mulher, Linda. Seguiu aperfeiçoando as técnicas das artes marciais até criar a própria, o Jeet Kune Do.

A carreira artística, pela qual mais o conhecemos, começou no final dos anos 1960. Os principais filmes são: “The Big Boss (1971)”, “Fist of Fury” (1972), “Way of the Dragon” (1972) – dirigido e escrito por ele – e “Enter the Dragon” (1973), além de “Game of Death” (1978), lançado depois de sua morte.

O filho de Bruce Lee, Brandon, também seguiu carreira no cinema, e morreu em circunstâncias trágicas, nas filmagens de “O Corvo”, em 1993.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

A mais famosa citação de Bruce Lee:

Empty your mind, be formless, shapeless – like water. Now you put water into a cup, it becomes the cup, you put water into a bottle, it becomes the bottle, you put it in a teapot, it becomes the teapot. Now water can flow or it can crash. Be water, my friend.”

Fontes:

Edição 82 da Rolling Stone Brasil

IMDb

brucelee.com

Wikipédia

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s