Galatasaray é campeão da Copa da Uefa

Há 15 anos… dia 17 de maio de 2000.

Galatasaray é campeão da Copa da Uefa

A maior conquista do futebol turco na Europa comemora 15 anos neste 17 de maio. Sofrido, nos pênaltis, o Galatasaray, de Taffarel, Sukur, Hagi e Popescu, conquistou a Copa da Uefa em cima do Arsenal, de Henry, Bergkamp, Vieira e Sylvinho.

A grande decisão da hoje rebatizada Liga Europa, em Copenhague, na Dinamarca, foi cercada de apreensão da UEUA por causa de possíveis embates entre turcos e ingleses. Não deu outra. Foram dois confrontos: um na madrugada na véspera do jogo, outro uma hora antes do apito inicial. No saldo final, cinco feridos (um com gravidade) e grande destruição no centro da capital dinamarquesa.

A violência fora de campo parece ter contaminado as equipes em campo. Apesar da grande expectativa, os times não apresentaram o futebol que os levou até Copenhague. Tanto ingleses quanto turcos fizeram campanhas sólidas para chegaram à final.

O Arsenal de Arsène Wenger entrou na Uefa após desclassificação na fase de grupos da Champions League (ficou em terceiro em chave com Barcelona, Fiorentina e AIK (Suécia)). Na segunda competição mais importante do Velho Continente, os Gunners passearam: Nantes, La Coruña, Werder Bremen e Lens foram as vítimas.

Já o Galatasaray saiu da Champions depois da terceira colocação em chave que tinha Milan, Hertha Berlin e Chelsea. Então, o time de Fatih Terim passou por Bologna e Borussia Dortmund na 3ª fase e oitavas de final, respectivamente. Nas quartas, vitórias por 4 a 1 e 2 a 1 diante do Mallorca credenciaram os turcos à semifinal.

O desafio seria diante dos ingleses do Leeds United. Na partida de ida, em Istambul, uma briga gigantesca deixou dois britânicos mortos. Em campo, Sukur e o brasileiro Capone deram a vitória ao Gala. No duelo de volta, torcedores turcos foram proibidos de comparecer e não puderam ver o empate por 2 a 2 e a classificação para a grande final.

O momento maior da Copa da Uefa de 2000 teve o auge da emoção somente depois de 120 minutos. Com a redonda rolando, duas chances reais para o Galatasaray no tempo regulamentar, uma com Arif, a outra com Sukur, que carimbou a trave de Seaman.

Na prorrogação, o Gala perdeu seu cracaço logo aos 2 minutos. Gheorghe Hagi se estranhou com o zagueiro Tony Adams e foi expulso pelo espanhol Antonio Jesus Lopez Nieto. Taffarel, então, operou dois milagres: um em cabeçada à queima-roupa de Henry, outra em chutes seguidas do nigeriano Kanu. Gigante Taffa.

Nos pênaltis, o sempre milagreiro goleiro não precisou trabalhar. Viu Suker e Vieira carimbarem a trave e o travessão e todos os seus companheiros converterem as cobranças, a última, de Popescu. Galatasaray, campeão da Copa da Uefa de 2000.

Em setembro daquele mesmo ano, o Gala teria outra façanha europeia, dessa vez em cima do grande Real Madrid, na Supercopa da UEFA. Jardel brilhou ao marcar os dois nos 2 a 1 do encontro com os merengues.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Melhores lances e os pênaltis da final:

Fontes:

uefa.com

pt.uefa.com

Wikipedia

doentesporfutebol.com.br

Acervo Estadão

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.