Magic Johnson leva os Lakers ao 7º título da NBA

Há 35 anos… dia 16 de maio de 1980.

Magic Johnson leva os Lakers ao 7º título da NBA

“Aí está! Acabou e o MVP é Magic Johnson. 42 pontos, 15 rebotes e 7 assistências, ele começa de pivô, joga de ala e de armador, e lidera o Los Angeles Lakers ao campeonato, 123-107 sobre o Philadelphia, sem Kareem Abdul-Jabbar”, resume Brent Musburger, da CBS, ao final do jogo 6 das finais da temporada 1979-1980 da NBA.

Aí está! O rookie da camisa 32 fez de tudo em quadra, liderou o Los Angeles Lakers ao sétimo título de sua História e saiu com o troféu de MVP das finais. Com apenas 20 anos, mostrou extrema maturidade para assumir o posto do já mítico Kareem Abdul-Jabbar, o MVP da temporada, que havia se lesionado na quinta partida.

Earvin “Magic” Johnson Jr., o Mágico do basquete. Apelido que ele ganhou em Michigan State, onde já mostrava por que seria um dos maiores de todos os tempos no esporte. Número 1 do Draft em 1979, disse que seria uma honra atuar ao lado de Jabbar. O grandalhão dos Lakers já era uma lenda dentro da liga, mas não havia conquistado nenhum título. Magic chegou para mudar tudo.

Após temporada regular com 60 vitórias e 22 derrotas, Kareem Abdul-Jabbar eleito MVP, os Lakers chegavam fortes para as finais contra o Philadelphia 76ers, de Julius Erving. Cada franquia venceu duas partidas e o quinto confronto, no Forum, na Califórnia, teve atuação decisiva do melhor jogador: 40 pontos e 15 rebotes de Jabbar, com boa contribuição de Magic (10 assistências).

Na noite de 16 de maio de 1980, o técnico Paul Westhead se viu sem seu craque. Jabbar tinha torcido o tornozelo no jogo 5 e acabou nem viajando para a Filadélfia – fato ironizado por Billy Cunningham, técnico dos 76ers: “Eu não vou acreditar que que não vai jogar até o avião pousar e ele não estar dentro”.

O clima era totalmente favorável aos anfitriões. Todos esperavam vitória do Philadelphia, o que levaria a decisão das finais levada para o jogo 7, novamente no Forum. Os repórteres, inclusive, perguntavam aos jogadores dos Lakers, em especial Magic, sobre o sétimo duelo. Mas, como escreveu o site da ESPN (link abaixo), “Magic had other plans”.

A grande atuação só foi possível, diga-se, pela ousadia e coragem de Westhead em apostar no fã na vaga do ídolo. Então, deu-se a mágica! Magic começou como pivô, mas depois foi ala e armador, ou seja, todas as posições em uma quadra de basquete.

Além dos 42 pontos, incluindo todos os 14 arremessos livres a que teve direito, dos 15 rebotes e das 7 assistências, Magic teve três roubos de bola e um toco. “Foi incrível, simplesmente incrível”, disse Julius Erving, o melhor dos derrotados, com 27 pontos.

Incrível Magic.

Ele se tornaria campeão da NBA e MVP das finais pela segunda vez em 1982, novamente contra os 76ers.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

A incrível atuação de Magic Johnson:

Anúncios

Um comentário sobre “Magic Johnson leva os Lakers ao 7º título da NBA

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.