A primeira vitória de Senna na Fórmula 1

Há 30 anos… dia 21 de abril de 1985. 

A primeira vitória de Senna na Fórmula 1

O Brasil estava grudado na TV, mas não por causa da Fórmula 1.

Rezas, orações e um eterno estado de vigília por Tancredo de Almeida Neves.

O presidente escolhido pelo colégio eleitoral no início do ano e internado no Hospital de Base do Distrito Federal em 14 de março, um dia antes da posse, estava às portas da morte. E todo o povo pedia por um milagre. Que não veio.

Em meio à dor e a angústia do inevitável, nasceu um novo ídolo nacional. Como em um ciclo escrito pelo destino, Ayrton Senna apareceu para iniciar a sua jornada de herói.

Sob chuva torrencial em Estoril, Portugal, o piloto brasileiro conduziu a icônica Lotus preta à pole position e à vitória. Em um fim de semana inesquecível, a consagração plena e total.

No sábado, cravou 1min21s007 para ser o primeiro do grid, à frente de Alain Prost, da McLaren. No domingo, com água pra todo lado, teve coragem e extrema habilidade para liderar de ponta a ponta durante duas horas e 67 voltas de prova.

Para se ter uma ideia das condições adversas e perigosas da disputa, apenas 9 de 26 pilotos que largaram conseguiram receber a bandeirada. Nelson Piquet, Niki Lauda e Keke Rosberg, por exemplo, então grandes nomes da Fórmula 1, não terminaram.

Senna mostrou por que seria apelidado de “Rei da Chuva”. A primeira aula tinha sido em Mônaco, no ano anterior, e ele só não venceu com a Toleman porque a direção da prova interrompeu a disputa por conta da falta de visibilidade. Justamente quando Senna estava prestes a ultrapassar o líder Alain Prost…

Em Portugal, em sua segunda corrida pela Lotus, Senna deu show completo e só não colocou uma volta de diferença em cima do segundo colocado, o italiano Michele Alboreto, da Ferrari. Pole, vitória e, pra fechar, volta mais rápida: 1min44s121.

Ao final, punho ao céu e vibração, o gesto imortal de Ayrton Senna da Silva.

De noite, precisamente às 22h30min, o secretário de imprensa do governo, Antônio Britto, anunciou o quê já estava escrito, mas ninguém queria ouvir: Tancredo estava morto.

21 de abril de 1985, um dia inesquecível para o Brasil.

A primeira vitória de Senna:

Fontes:

Wikipédia

esportes.estadao.com.br

folha.uol.com.br

grandepremio.uol.com.br

Acervo Folha

Acervo Estadão

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s