Gandhi finaliza a Marcha do Sal na Índia

Há 85 anos… dia 6 de abril de 1930.

Gandhi finaliza a Marcha do Sal na Índia

“With this, I am shaking the foundations of the British Empire.”

O homem magro, roupas brancas, sandálias simples e pequenos óculos redondos pegou um punhado de água salgada do Mar Arábico, ergueu as mãos e bradou, desafiando o Império Britânico. Completou o ato evaporando a água e produzindo sal.

Rito final e definitivo de uma longa jornada de 24 dias e 390 km. Com a Marcha do Sal, Mohandas Karamchand Gandhi escreveu capítulo histórico para a independência de seu país, a Índia. A longa caminhada não somente afrontou o domínio britânico, mas abriu os olhos do mundo para a situação de seu povo e para a opressão dos europeus em território indiano.

Tudo começou em 12 de março, quando Gandhi e alguns de seus discípulos saíram do Ashram Sabermanti, em Ahmedabad, a noroeste do país, em direção ao sul, mais especificamente rumo à cidade de Dandi, no litoral. Ao longo do caminho, o líder pacífico discursava para atrair mais seguidores.

Quando chegou em Dandi, na manhã de 5 de abril, havia dezenas de milhares de pessoas com ele. Gandhi discursou e pediu para a multidão: deveriam permanecer somente os que tinham coragem para desafiar o Império Britânico e aqueles que estavam dispostos até a morrer.

Exatamente às seis e meia da manhã do dia seguinte, Gandhi proferiu as palavras que abrem o post e desencadeou uma sequência de atos de desobediência civil país afora. Uma afronta ao British Salt Act, de 1882, que determinava o sal como monopólio do Império Britânico.

Era proibido extrair sal do próprio solo da Índia! Aliás, os indianos eram obrigados a comprar somente produtos industrializados da Inglaterra. Um símbolo do colonialismo. Uma dura realidade quebrada por Gandhi e seguida por milhões de indianos imediatamente.

Os ingleses, claro, reagiram e prenderam mais de 60 mil pessoas, incluindo o próprio líder. Não adiantou. Em maio, mesmo sem ele, novos atos pacíficos desafiaram o Império e novamente chamaram a atenção da comunidade internacional acerca da opressão britânica na Índia.

Em janeiro de 1931, Gandhi seria libertado para continuar a luta contra os britânicos, a favor da independência da Índia, que aconteceria em 1947.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Imagens de Gandhi e a Marcha do Sal:

Fontes:

– Wikipédia

– Wikipedia

– history.com

– history1900s.about.com

– dw.de

– operamundi.uol.com.br

– rarenewspapers.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s