Dimitri Sensaud de Lavaud realiza o primeiro voo do Brasil

Há 105 anos… dia 7 de janeiro de 1910.

Dimitri Sensaud de Lavaud realiza o primeiro voo do Brasil

“Eram 5 horas e 50 quando foi dada a marcha ao motor.

Uma grande massa de curiosos, não obstante a hora em que se realisava a experiencia, esperava anciosa a sua partida.

O arrojado aviador, com um sorriso calmo, attendo ao regulador da essencia e á hélice que era apenas uma sombra escura á frente do apparelho, com uma rotação provavel de 1.200 voltas por minuto, deu, emfim, o signal para largar o apparelho.

Foi uma descida vertiginosa, numa extensão de 70 metros, ao cabo dos quaes o apparelho, obedecendo ao leme de profundidade, deixou o solo librando-se airosamente no ar.

E dahi a marcha prosseguiu admiravelmente, a uma altura variando entre 2 e 4 metros até á distância de 103 metros, percorrendo em 6’’ e 18.”

Foi um espanhol de Valladolid que realizou o primeiro voo em solo brasileiro, o primeiro da América do Sul. Dimitri Sensaud de Lavaud era seu nome, escrito de forma errada (Demetrio Sensaud de Lavande) no relato do fato, na edição de 8 de janeiro de 1910 do Estadão.

De resto, foi exatamente como na descrição do jornal: no comando do aeroplano São Paulo, Lavaud permaneceu mais de 6 segundos no ar (!), a uma altura de 3 a 4 metros do chão (!), por pouco mais de 100 metros de distância (!). Assim se deu a façanha, em uma rua de terra de São Paulo, onde hoje fica a Avenida João Batista, agora parte da cidade de Osasco.

Nascido em 18 de setembro de 1882, de ascendência francesa, o piloto, engenheiro e inventor aportou em São Paulo no final do século XIX. Os pais vieram ao Brasil em busca de novas oportunidades.

Aos 25 anos, começou a projetar e calcular a construção do próprio avião. Montou um hangar perto da casa do pai e iniciou o sonho, com todas as partes e materiais brasileiros. Hélices de jequitibá, esqueleto de pinho e peroba, cobertura de cretone envernizado, grampos e cabos de aço e rodas de bicicleta deram forma ao aeroplano São Paulo.

Então, 105 anos atrás, Lavaud realizou o sonho e entrou para a história da aviação brasileira. Depois, ele seguiu trabalhando em aviões e novos protótipos, além de se envolver com automobilismo, sua outra paixão.

A história de Lavaud e do primeiro voo estão no livro 1910: O Primeiro Voo do Brasil, de Susana Alexandria e Salvador Nogueira, lançado em 2010, por ocasião do centenário do fato.

Lavaud deixaria o Brasil em 1916, naturalizado brasileiro. Durante a Segunda Guerra Mundial, seria acusado de colaborador nazista e preso. Inocentado posteriormente, morreria em 21 de abril de 1947, pobre e deprimido.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Documentário sobre o primeiro voo do Brasil:

Fontes:

Acervo Estadão

Wikipédia

museutam.com.br

primeirovoodobrasil.blogspot.com.br

Anúncios

2 comentários sobre “Dimitri Sensaud de Lavaud realiza o primeiro voo do Brasil

  1. Olá, Giovanna!
    Obrigado por entrar em contato.
    Não sei se você se refere ao post ou a matéria que está no início do texto.
    O post foi escrito por mim e a reportagem é do Estadão!
    Continue com o efemérides!
    Abraço,
    Fernando.

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s