Peyton Manning quebra recorde de Dan Marino

Há 10 anos… dia 26 de dezembro de 2004.

Peyton Manning quebra recorde de Dan Marino

POR FLAVIO MELLO*

Um minuto para o fim do jogo, o placar indica Chargers 31 x 23 Colts. Peyton Manning alinha o ataque, observa a defesa e resolve mudar a jogada chamada pelo técnico. Brandon Stokely, então, corre uma rota vertical, engana o safety e vira para receber o passe, já dentro da endzone. Touchdown Colts!

Foi assim que Manning anotou seu 49º touchdown e quebrou o recorde de touchdowns marcados em uma mesma temporada. A marca anterior havia sido estabelecida vinte anos antes, por outra lenda da bola oval, Dan Marino. Após o término do jogo, Manning pôde conversar com Marino e chegou a se emocionar. “Dan (Marino), além de meu pai, sempre foi o meu jogador favorito. Eu teria ficado satisfeito se ficássemos empatados. Eu teria dividido esse recorde”, disse o quarterback.

Peyton foi escolhido em 1º lugar no draft de 1998. Desde então, vem quebrando recorde atrás de recorde ao longo de sua brilhante carreira na NFL. A temporada de 2004 marcou seu segundo título de melhor jogador da liga, o MVP. Dentre a lista de realizações de sua carreira constam 5 troféus de MVP e 3 aparições no Superbowl, com 1 vitória.

A família Manning tem tradição no futebol americano. O patriarca Archie Manning fez carreira no New Orleans, e seus três filhos também jogaram futebol americano. O mais velho, Cooper, parou de jogar ainda na faculdade. Peyton já era um nome estabelecido na NFL quando o irmão mais novo, Eli, entrou na liga. Uma curiosidade é que Eli fez questão de jogar por um time da NFC e, como Peyton jogava nos Colts (AFC), o único jeito deles se cruzarem em um jogo de playoffs seria então no Super Bowl, ou Manning Bowl.

Ao longo de sua carreira, Peyton estabeleceu uma reputação de estudioso do jogo. Acompanha os treinamentos de todos os grupos de times, assiste horas seguidas de filmes das partidas anteriores, suas e dos adversários. Trabalha, inclusive, entre as temporadas, quando os outros jogadores folgam.

Todo este estudo tornou Peyton Manning um mestre em ler defesas e do “audible”, técnica em que o quarterback, após observar a formação da defesa oponente, muda a jogada em cima da hora para se aproveitar de brechas encontradas.

Ele não tem as pernas mais rápidas ou o braço mais forte da liga, mas o cérebro diferenciado lhe concede enorme vantagem na hora do jogo. Exemplo disso é que hoje, aos 38 anos de idade, Peyton ainda é um dos melhores quarterbacks em atividade na liga.

Três anos depois, o recorde de Peyton seria quebrado pelo arquirrival Tom Brady, na (quase) invencível temporada de 2007. Em 2014, porém, Peyton Manning reassumiu o trono, com 55 TDs.

Mas essa(s) história(s) fica(m) para outro dia… Porque todo dia é histórico.

* Flavio Mello tem 26 anos, acompanha o Futebol Americano há 7 e acredita que quarterback é a posição mais difícil dentre todos os esportes profissionais.

Os 49 TDs de Peyton Manning:

Fontes:

sports.espn.go.com

Wikipedia

nfl.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s