Palmeiras cala o Morumbi corintiano e conquista o Campeonato Paulista

Há 40 anos… dia 22 de dezembro de 1974.

Palmeiras cala o Morumbi corintiano e conquista o Campeonato Paulista

UM SILÊNCIO ENSURDECEDOR

POR ROBERTO FIGUEIREDO MELLO*

Domingo, 22 de dezembro de 1974

A cidade de São Paulo prepara-se para ver o Corinthians campeão paulista depois de vinte anos.

Eu, são-paulino, me sentia bastante indiferente ao resultado – afinal, os corações do trio-de-ferro sempre terão dificuldade de torcer uns para os outros.

Apesar disso, amantes do futebol não conseguiriam deixar de acompanhar o grande jogo.

Comigo aconteceu mais do que isso, pois fui convidado pelo sogro palmeirense a ir ao jogo.

Fui, como sempre acontecia, com ele e dois cunhados, um palmeirense e outro santista.

Nenhum de nós imaginava algo diferente do que a redenção corintiana. Friamente, porém, tenho que admitir que não seria fácil, pois apesar do entusiasmo mosqueteiro, o Palmeiras tinha uma equipe sólida demais, habituada a vencer e, além de tudo, contando com uma espinha dorsal espetacular – Leão, Luís Pereira, Alfredo, Zeca, Dudu, Ademir, Edu, Leivinha, Ronaldo e Nei. Do esquadrão dos anos anteriores só faltariam nessa tarde César, o “maluco”, que já havia saído, e Eurico, substituído por Jair Gonçalves na última hora pelo matreiro Osvaldo Brandão.

Do outro lado, um time guerreiro e uma enorme estrela: Rivellino. Além dele, apenas o super Zé Maria, o veterano Brito e o menino Wladimir podem ser considerados destaques brasileiros.

Ao pisarmos no Morumbi lotado (120.522 pessoas), a sensação de que tinha chegado o dia aumentou: pouquíssimos palmeirenses, raríssimos neutros (como eu) e uma avassaladora massa corintiana.

Começa o jogo com o esperado ímpeto corintiano e a torcida inflamadíssima colocando o Timão no ataque, num desespero visível para fazer o gol.

Do outro lado, Dudu e Ademir fazendo a bola rolar e gastando o tempo.

O tempo passando e a aflição da torcida subindo. O tempo calando a Fiel. O tempo enervando o Reizinho do Parque.

De repente, um ataque sem graça, num jogo que estava morno: uma bola cruzada dividida e ganha de cabeça por Leiva e Ronaldo, o improvisado centroavante, acerta na veia, sem deixar cair no chão.

O que se viu – e se ouviu – depois foi um silêncio ensurdecedor. Cem mil corintianos calados até o apito final. E ainda havia onze minutos para jogar…

Um mês depois e Rivelino se transferia para o Fluminense, para mim, a maior perda que o Corinthians sofreu com essa fatídica derrota.

*Roberto Figueiredo Mello é advogado, paulistano e são-paulino.

Um resumo dos dois jogos da final do Campeonato Paulista de 1974:

+MAIS:

Wikipédia

globoesporte.globo.com

jovempan.uol.com.br

placar.abril.com.br

Anúncios

2 comentários sobre “Palmeiras cala o Morumbi corintiano e conquista o Campeonato Paulista

  1. Eu li no blog do Juca Kfouri que, naquele dia, uns 100 corinthianos, ou mais, se suicidaram só na cidade de São Paulo naquele dia, depois do jogo…
    Mas também, depois de 20 anos de jejum, quem aguentaria essa colossal frustação? Se fosse eu, talvez fizesse o mesmo :(..
    No mais, sou de opinião de que aquela talvez tenha sido a maior decisão da história do futebol mundial, exatamente pela grande expectativa da quebra do jejum corinthiano, o que seu arquirrival não deixou que acontecesse, pelo Morumbi com 100.000 alvinegros ansiosos e depois desapontados, os 10.000 alviverdes que riram por último, com um pouquinho de sadismo, e pela ampla cobertura da mídia, numa época em que só haviam jornais, revistas, rádio e televisão.
    Parabéns pelo blog 🙂

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.