Adolf Hitler vira Führer na Alemanha

Há 80 anos… dia 2 de agosto de 1934.

Adolf Hitler vira Fuhrer na Alemanha

“O Governo do Reich decreta a seguinte lei, agora promulgada:

Seção 1. O cargo de Presidente do Reich será combinada com a de Chanceler do Reich. A autoridade existente do Presidente do Reich, consequentemente, será transferida para o Führer e Chanceler do Reich, Adolf Hitler. Ele irá selecionar seu vice.

Seção 2. Esta lei está em vigor a partir da morte do Presidente do Reich von Hindenburg.”

Esta lei foi aprovada pelo Parlamento Alemão, o Reichstag, em 1º de agosto de 1934. Poucas horas depois, às 9 horas da manhã do dia 2, Paul von Hindenburg faleceu. De imediato, Adolf Hitler se tornou Führer. Era o capítulo final da ascensão em direção ao topo do poder e o capítulo inicial para levar a Alemanha e, depois, a Europa, rumo ao terror.

Uma escalada que teve marco fundamental em 30 de janeiro de 1933, quando Hitler foi apontado Chanceler por Hindenburg. Mal sabia o presidente que o líder do Partido Nazista tinha ambições maiores…

Aos poucos, Hitler foi tomando conta de tudo: Reichstag, exército e, principalmente, povo. O ideário nazista se difundiu por toda e qualquer instância de poder, além de cativar a população alemã, mergulhada em profunda crise desde o fim da Primeira Guerra. A morte de Hindenburg significou caminho aberto para Hitler tomar de vez e totalmente as rédeas da Alemanha.

Logo depois do falecimento do presidente e da confirmação sobre o Führer, oficiais do exército e soldados juraram fidelidade total a Hitler:

“Juro por Deus este juramento sagrado: vou prestar obediência incondicional a Adolf Hitler, o Führer do Reich Alemão e do povo, Comandante Supremo das Forças Armadas, e estarei pronto como um corajoso soldado a arriscar minha vida a qualquer momento por este juramento”.

No funeral de Hindenburg, cerimônia grandiosa realizada no dia 7, Hitler foi chamado pelo exército de “Mein Führer”, em vez da habitual saudação “Herr Hitler”. Uma sugestão do general Werner von Blomberg.

Em 19 de agosto, plebiscito proposto pelo Partido Nazista aprovou Hitler como Führer com 95% de votos. Duas semanas depois, na famosa parada anual dos nazistas em Nuremberg, ele afirmaria: “Não haverá revolução na Alemanha nos próximos mil anos”.

Cinco anos e algumas semanas depois, Hitler invadiria a Polônia, iniciando a Segunda Guerra Mundial.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Hitler vira Führer:

Fontes:

historyplace.com

worldhistoryproject.org

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s