Julia Lennon, 100 anos

12 de março de 1914

12mar14

Mother, you had me, but I never had you

I wanted you, you didn’t want me

So I, I just got to tell you

Goodbye, goodbye

Mãe, musa, mistério, marca.

Impossível dimensionar o que foi Julia Lennon para o filho John.

Ele foi profundamente marcado pela figura da mãe. O artista, o homem e o pai têm o selo da presença e da ausência de Julia.

John costumava dizer que perdeu Julia duas vezes. A primeira quando foi morar com a tia Mimi. A segunda, definitiva, quando Julia morreu, de forma trágica, justamente no momento em que os dois se reaproximavam.

“Para John, que tinha crescido sem Julia a partir dos cinco anos de idade, perdê-la novamente aos 17, de forma tão terrível, foi o mais tremendo e irreconciliável desgosto”, escreve Mark Lewisohn, na mais nova e (dizem!) completa biografia dos Beatles. “Ele se tornou mais amargurado, mais cínico, mais duro, mais inflexível, mais nervoso, mais volátil do que nunca”, acrescenta Lewisohn.

Julia Stanley nasceu em 12 de março de 1914, em Toxteth, sul de Liverpool. Foi a quarta de uma família de cinco mulheres. A mãe, Annie Jane, teve um menino e uma menina que morreram logo depois do nascimento. Então, vieram cinco mulheres: Mary (conhecida como Mimi), Elizabeth, Anne, Julia (Judy) e Harriet. John as descrevia como “cinco fantásticas, lindas, inteligentes e fortes mulheres”.

Com a morte da mãe, em 1945, Julia teve de cuidar do pai, George, junto com Mimi, a mais velha.

A essa altura, ela já era Julia Lennon, casada com Alfred Lennon há 7 anos. Eles se conheceram em 1927, ela com 14 anos, ele com 15. Alf era um sonhador, pouco afeito à vida prática, e não foi nada bem recebido pelos Stanley. George, o sogro, exigia que Alfred indicasse que conseguiria sustentar a casa e sua filha, mas o genro gostava mesmo de cinema e teatro.

Alf acabou indo trabalhar como comerciante em um navio e deixou Julia sozinha. Em janeiro de 1940, ela descobriu que estava grávida de um menino. Com a guerra em curso, Alfred continuou trabalhando como comerciante longe de Liverpool. Mandava dinheiro regularmente para casa, mas foi um pai totalmente ausente para John (“Daddy, come home!”).

Julia era uma mulher impulsiva, espirituosa, bem-humorada e musical. Apesar de ter sido uma mãe ausente, encorajou John no caminho da música. Ensinou o filho a tocar banjo e ukulele. Ainda deu a John a primeira guitarra, fato que desagradou Tia Mimi, na época já investida na função de real mãe do futuro beatle.

Em 1944, com Alf ausente em alto mar, Julia acabou engravidando de um soldado galês chamado “Taffy” Williams. Se conheceram em 1942, em um clube de dança, e mantiveram um romance escondido. Em junho de 1945, nasceu Victoria Elizabeth, mas John nunca soube da existência da meia-irmã, logo entregue para adoção.

Pouco depois, Julia conheceu John ‘Bobby’ Dykins e, mesmo ainda casada com Alf, de quem estava “separada”, foi morar com o novo companheiro, descrito como um homem bonito, bem vestido, apreciador de bebidas, especialmente de vinho. Com Dykins, Julia teve outros dois filhos, duas meninas: Julia e Jacqueline. John chegou a conhecer e ter certa amizade com as meias-irmãs.

Mãe e filho estavam bem próximos quando uma tragédia interrompeu o que poderia ter sido uma história de reconciliação. Na noite de 15 de julho de 1958, Julia foi atropelada por um carro dirigido por Eric Clague, motorista iniciante. Era o início de um drama para John.

A morte da mãe afetou John inexoravelmente. Nos anos seguintes, ele se metia em brigas e bebia muito. A ausência, no entanto, acabou aproximando John de Paul McCartney, que também havia perdido a mãe quando tinha 14 anos.

Em sua memória, John escreveu “Julia”, presente no álbum branco dos Beatles, e ainda “Mother” e “My Mummy’s Dead”, do seu primeiro trabalho solo, John Lennon/Plastic Ono Band. O primeiro filho de John, Julian, ganhou o nome em homenagem a ela.

Ouça “Mother”:

Fontes:

Wikipedia

telegraph.co.uk

Anúncios

Um comentário sobre “Julia Lennon, 100 anos

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.