Jim Hines corre os 100m rasos abaixo dos 10s

Há 45 anos… dia 14 de outubro de 1968.

14out13

“Você tem que acreditar em si mesmo, porque se não fizer isso, não importa o quão grande é seu esforço, será difícil realizar seu sonho.”

Foi pela fé em si mesmo que James Ray Hines fez história.

9s95.

Em 14 de outubro de 1968, todos os presentes no Estádio Olímpico Universitário da Cidade do México viram, pela primeira vez, o placar apontar uma marca abaixo de 10 segundos na prova dos 100m rasos.

E não era uma prova qualquer, mas a final olímpica da mais nobre disputa do atletismo.

Jim Hines entrou para a História do esporte e das Olimpíadas como o primeiro homem a correr a distância de 100 metros abaixo dos 10 segundos.

Nascido no Arkansas e criado na Califórnia, Hines sonhava em ser Willie Mays na infância. Willie Mays? Algum atleta do passado? Um velocista recordista? Não. O ídolo do pequeno Hines fez história em esporte um tanto distante do atletismo: o beisebol. Mays foi um grande center field na Major League Baseball dos anos 1950 e 1960.

Assim, Hines cresceu buscando o sonho de, um dia, ser jogador profissional de beisebol. Seu forte, no entanto, era a espantosa velocidade para pegar os lançamentos dos rebatedores. Hines voava e impressionava.

Logo, trocou os campos de beisebol pelas pistas. Começou a quebrar recordes atrás de recordes na escola e se tornou um fenômeno das provas de velocidade.

Em junho de 1968, poucos meses antes da Olimpíada da Cidade do México, chegou a correr os 100m abaixo de 10 segundos, na final do Campeonato Nacional, no que ficou conhecida como “A Noite da Velocidade”. Mas a marca de 9s9 foi corrigida para 10s03.

Em 14 de outubro até houve correção da marca, mas ninguém iria conseguir tirar o nome de Jim Hines da História. Ele conquistou a medalha de ouro com 9s95, depois de o placar apontar 9s89, e ainda levaria outro ouro naqueles Jogos, na prova do revezamento 4x100m, ao lado de Charles Greene, Mel Pender e Ronnie Ray Smith.

A marca de Hines sobreviveu por 15 anos. Seria superada somente em 1983, quando o compatriota Calvin Smith cravou 9s93 em um Campeonato Nacional.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Veja a final dos 100m rasos da Olimpíada de 1968:

Fontes:

Wikipedia

– acervo.oglobo.globo.com

– sports-reference.com

 

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s