Counting Crows lança o primeiro álbum

Há 20 anos… dia 14 de setembro de 1993.

14set13

Parecia um ritual.

O riff de guitarra, o som da meia-lua, o tu-tum da bateria e o Sha la la la la la la la disparavam um alarme instantâneo em qualquer pista de balada – pelo menos as baladas que eu ia!

Quem estava dentro, soltava gritinhos histéricos e estridentes.

Quem estava fora, também soltava gritinhos histéricos e estridentes e entrava na pista.

“Mr. Jones” deixava (e ainda deixa) pistas em transe, como só os hits conseguem.

E assim a música catapultou o Counting Crows e seu primeiro álbum, August and Everything After, lançado há exatos 20 anos. Com a canção, a banda californiana experimentou o sucesso, posteriormente nunca alcançado na mesma proporção.

O grupo até teve um gostinho novamente, com “Accidentally in Love”, que acabou na trilha de “Shrek 2” e teve indicação ao Oscar de Melhor Canção Original, em 2004. Mas nada comparável a “Mr. Jones”.

Infeliz e injustamente, o selo “One Hit Band” acaba grudando com força no Counting Crows.

Injusto, principalmente pelo primeiro trabalho, que mostra a qualidade pop da banda formada em 1991.

August se tornou aquele raro álbum que cativa de jovens alternativos a velhos roqueiros”, diz a resenha da Rolling Stone, na lista dos 100 melhores álbuns dos 90’s, na qual o disco está em 67º lugar.

Pega o jovem alternativo porque tem hit, “pra dançar”, “pra curtir”.

Pega o velho roqueiro porque tem rock, “pra cantar”, “pra ouvir”.

Na linha hit, além de “Mr. Jones”, destaques para “Rain King” e “Round Here”, faixa de abertura. Duas músicas pegajosas, com levada pop. Ótimas.

Os melhores momentos do álbum (e do Counting Crows) estão nos característicos vocais de Adam Duritz. Nos hits, força e profundidade. Nas baladas, introspecção bluesy. Nos highs e nos lows, competentíssimos.

“One Hit Band” ou não, o Counting Crows marcou.

Afinal, When everybody loves you, you can never be lonely!

O segundo disco da banda viria somente em 1996, com Recovering the Satellites.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Ouça August and Everything After na íntegra (por favor, ignore a parte visual do vídeo!):

Fontes:

Wikipedia

allmusic.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s