Morre Neil Armstrong

Há 1 ano… dia 25 de agosto de 2012.

25ago13

“Honre seu exemplo de serviço, feitos e modéstia, e a próxima vez que caminhar em uma noite clara e vir a Lua sorrindo, lembre-se de Neil Armstrong e dê uma piscadinha para ele.”

Assim pediu a família do primeiro homem a pisar na Lua, em nota à imprensa, logo após a morte do mais famoso astronauta, um ano atrás.

O “relutante herói americano” partiu da Terra sem querer créditos ou honrarias. Pelo contrário, não se sentia especial. “Eu sou e sempre serei um engenheiro nerd, com meias brancas e protetores de bolso”, disse, em rara aparição pública, em 2007.

A viagem de Neil Alden Armstrong antes do histórico 20 de julho de 1969 e da famosa “Um pequeno passo para um homem, um grande salto para a humanidade” foi longa e cheia de histórias.

Ele lutou na Guerra da Coreia, como piloto da Marinha, entre 1949 e 1952. Em seguida, se formou em engenharia aeronáutica pela Universidade de Purdue, no estado de Indiana. Foi piloto civil de testes para a NACA (Conselho Nacional de Aeronáutica), a agência que veio antes da NASA.

A aventura como astronauta começou em 1958, quando se junta ao programa espacial americano na corrida contra a União Soviética.

Na primeira missão, em 1966, no comando da nave Gemini 8, junto com o astronauta David Scott, Armstrong vê a morte de perto. Depois de problemas com a nave e a sonda Agena, sem contato com a Terra, consegue usar os motores para reentrar, controla a Gemini e faz pouso de emergência no Japão.

Depois do susto, participa, como mentor, da missão Gemini 11, mas logo é chamado para comandar a Apollo 11. A missão teria várias etapas até o objetivo final, o pouso na Lua, e não se sabia quem seria o primeiro homem a pisar no satélite terrestre.

Com Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins a bordo, a Apollo 11 decolou em 16 de julho de 1969 e, quatro dias depois, o módulo lunar Eagle desceu até a superfície da Lua. No pouso, em comunicação com a Terra, Armstrong disse “The Eagle has landed” (“A Águia pousou”).

O resto todo mundo sabe…

Depois da missão, Armstrong assumiu posição de gerência na NASA e acabou deixando a agência em 1971.

Viveu isolado por anos, sempre recusando o rótulo de herói.

Morreu por problemas cardíacos, aos 82 anos.

Conta uma história que, após a missão da Gemini 8, em passagem pelo Brasil, Armstrong falou muito sobre os feitos de Santos Dumont, mencionando o brasileiro como pioneiro da aviação, à frente dos irmãos Wright, americanos.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Veja imagens de Armstrong e Aldrin na Lua!:

Fontes:

– G1

– Wikipedia

– nasa.gov

– nbcnews.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s