O fim da Tchecoslováquia

Há 25 anos… dia 31 de dezembro de 1992.

A chamada Separação de Veludo ou Divórcio de Veludo (Velvet Revolution, em inglês), duas décadas e meia atrás…

Deu no New York Times:

PRAGA, sexta-feira, 1 de janeiro – Contra os desejos de muitos dos seus 15 milhões de cidadãos, a Checoslováquia dividiu-se hoje em dois países: a Eslováquia e a República Tcheca.

 

Uma nação multiétnica nascida no final da Primeira Guerra Mundial no brilho da fraternidade pan-eslava, a Tchecoslováquia sobreviveu ao desmembramento pelos nazistas e mais de quatro décadas de governo comunista apenas para desmoronar após apenas três anos de democracia.

 

A separação da Tchecoslováquia, embora realizada de forma pacífica, acrescenta novos pontos problemáticos potenciais a uma Europa Central já convulsionada pelo nacionalismo. Enquanto os 10,3 milhões de pessoas da República Tcheca são quase inteiramente compostos por checos, a população eslovaca de 5,2 milhões inclui quase 600 mil húngaros étnicos que já sentem ansiedades sobre o novo governo.

 

A divisão, que entrou em vigor à meia-noite, foi animada na capital eslovaca, Bratislava, por fogueiras e discursos alegres na praça principal.

 

“Dois estados foram estabelecidos”, disse Vladimir Meciar, primeiro-ministro da Eslováquia, na quinta-feira. “Viver juntos em um estado acabou. Viver juntos em dois estados continua”.

 

Não houve cerimônia ou celebração semelhante em Praga, que foi por 74 anos a capital federal.

 

A bandeira checoslovaca, que foi adotada pela República Checa como própria, manteve-se em cima dos prédios do governo, enquanto os relógios tocavam a meia-noite. A televisão federal da Checoslováquia, que se tornou televisão checa à meia-noite, marcou a ocasião ao tocar o hino nacional checoslovaco, que tem versos na língua checa e eslovaca, uma última vez. Pouco depois da meia-noite, tocou o hino da nova República Checa, que tem apenas os versos checos.

 

Os tchecos em bares e suas próprias casas bebiam para o novo ano em vez do nascimento de uma nova nação.

Mais ao Leste, a Iugoslávia não teve sorte e paz semelhantes na dissolução. Então já mergulhada em conflito generalizado, traz até hoje cicatrizes abertas de seu processo de separação.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Documentário sobre a dissolução da Tchecoslováquia:

Fontes e +MAIS:

– Acervo Folha

– Acervo Estadão

– Wikipedia

– Wikipédia

– nytimes.com

– g1.globo.com

– slovakia.org

– pehe.cz

– voxeurop.eu

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s