Brasil tem 2ª eleição direta pós-golpe militar

Há 35 anos… dia 15 de novembro de 1982.

Quase duas décadas depois do fatídico 31 de março de 1964, dia em que iniciou período triste em sua História, o Brasil dava mais um passo em direção a democracia.

Em 15 de novembro de 1982, quase 60 milhões foram às urnas para eleger governadores, senadores, deputados federais e estaduais – e mais prefeitos (menos os das capitais) e vereadores. Simbolicamente, a segunda eleição direta pós-golpe militar se realizou, não por acaso, no feriado da Proclamação da República (1889).

A autorização para o pleito em todo o território nacional aconteceu em janeiro, com a sanção do General Figueiredo à lei 6.978:

“O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º – As eleições para Governador, Vice-Governador, Senador e suplentes, Deputados Federais e Estaduais, Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores, serão realizadas, simultaneamente, em todo a País, no dia 15 de novembro de 1982”.

Com o sistema chamado “voto vinculado” – o eleitor tinha de escolher só candidatos de um mesmo partido para todos os cargos em disputa, sob pena de anulação do voto – as eleições de 1982 colocaram no poder nomes como Tancredo Neves, vencedor em Minas Gerais, Franco Montoro, vitorioso em São Paulo, e Leonel Brizola, ganhador no Rio.

Outros futuros protagonistas do cenário político nacional também foram eleitos, como Itamar Franco (senador, MG), Fernando Collor (deputado federal, AL), Paulo Maluf e Ulysses Guimarães (ambos deputados federais, SP).

Teve ainda um clube dos derrotados – Lula, Moreira Franco, Jânio Quadros, Hélio Bicudo, entre tantos outros – que seguiria muito atuante dentro da política brasileira nas décadas seguintes. Jânio, por exemplo, preterido para o governo de São Paulo, seria escolhido para a capital três anos depois (leia aqui).

Pouco tempo depois, em abril de 1983, Dante de Oliveira, eleito deputado federal pelo PMDB, propôs a PEC nº 05, que pedia o restabelecimento das eleições diretas para presidente da República no Brasil.

Uma proposta que seria derrotada no Congresso.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Na foto: alguns dos eleitos naquele pleito de 1982.

Chamada da Globo sobre a eleição:

“Show das Eleições”, também na Globo:

Fontes e +MAIS:

– Wikipédia

– Acervo Estadão

– acervo.estadao.com.br

– Acervo Folha

– memoriaglobo.globo.com

– terra.com.br

– opovo.com.br

– tse.jus.br

– observatoriodaimprensa.com.br

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.