Mike Tyson unifica o título dos pesos-pesados

Há 30 anos… dia 1º de agosto de 1987.

Em 22 de novembro de 1986, Trevor Berbick, nocaute no segundo round. Campeão dos pesados pelo Conselho Mundial de Boxe (WBC, em inglês).

Em 7 de março de 1987, James Smith, por decisão unânime. Campeão pela Associação Mundial de Boxe (WBA).

Em 1º de agosto de 1987, Tony Tucker, novamente em decisão unânime. Campeão pela Federação Internacional de Boxe (IBF).

Campeão absoluto dos pesos-pesados, o primeiro a unificar o cinturão pelas três maiores organizações da Nobre Arte.

KING MIKE, como exclamou a capa da Sports Illustrated, dias após Tyson superar Tucker em Las Vegas.

Um embate duro, diante de um resiliente adversário, ao contrário das outras pelejas de disputa de cinturão.

“O boxe tem um campeão indiscutível dos pesos-pesados, e ele é Mike Tyson. Tyson conquistou uma decisão unânime após 12 assaltos sobre Tony Tucker, hoje à noite, no Las Vegas Hilton Center. Mas não foi uma performance gloriosa do vencedor, que teve problema de descarregar mais do que um único soco por vez. Isso ocorreu porque Tucker, campeão da Federação Internacional de Boxe, lutou um combate de sobrevivência”, escreveu Phil Berger, na edição de 2 de agosto do New York Times.

Já Pat Putnam preferiu destacar o show de horrores que sucedeu a luta: a “coroação” do campeão, promovida por ele, Don King.

“Foi um momento histórico e, é claro, eles conseguiram estragar. Em uma cerimônia insípida apelidada de ‘coroação’ pelo promotor Don King, um Tyson envergonhado estava envolvido em uma túnica de chinchila, cortesia da Lenobel Furriers, de Las Vegas; com um cetro de joias da Felix the Jeweler, Las Vegas; e coberto com uma coroa que King descreveu como cravada de ‘balangandãs, rubis e fabulosos penduricalhos’”, satirizou Putnam, na SI.

Com a unificação, Mike Tyson atingia o ápice da carreira aos 21 anos.

Em setembro e outubro, a Nintendo surfaria na onda de fama mundial do campeão, lançando o game Mike Tyson’s Punch-Out!!, um sucesso absoluto de vendas.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

A luta completa:

Melhores momentos:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– boxrec.com

– Acervo Folha

Anúncios

2 comentários sobre “Mike Tyson unifica o título dos pesos-pesados

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s