Jimi Hendrix rouba a cena do The Who em Londres

Há 50 anos… dia 29 de janeiro de 1967.

Jimi Hendrix rouba a cena do The Who em Londres

Chris Welch tentou esconder o jogo no que chamou de “Batalha do Saville Theatre”, na matéria da Melody Maker de 4 de fevereiro. No subtexto, nas entrelinhas, porém, deixou clara a sua opinião, sua predileção. “Depois do The Koobas, veio o Experience. E que experiência!”.

Norrie Drummond (New Musical Express) e Mike Ledgerwood (Disc And Music Echo), ao contrário, escancaram, sem pudores, o que se passou na casa de shows de Brian Epstein, o empresário dos Beatles, que, aliás, dizem, estavam lá.

“Eu não posso deixar de me perguntar o que é o The Who. O show deles no Saville Theatre, em Londres, no domingo, foi uma confusão de hits, novas composições, luzes piscando e robôs vagando ao redor do palco”, espetou Drummond, para depois louvar o real astro da noite: “Ele tocou ‘Wild Thing’ da maneira que os Troggs nunca conseguiram, e ‘Like a Rolling Stone’ da maneira que Dylan jamais faria. Ele toca a guitarra com os dentes, o amplificador, o cotovelo, ocasionalmente as mãos, e às vezes toca sozinho. Jimi Hendrix também canta muito bem!”.

“O The Who, segundo rumores, ameaçara colocar o Saville Theatre de Londres abaixo em seu show de plateia lotada no domingo passado. Felizmente, não puseram. Teria sido um terrível desperdício de uma excelente casa de música”, cutucou Ledgerwood, para depois, a exemplo de Drummond, se derramar em elogios ao bandleader do grupo que abriu para os britânicos: “Aqui está um músico na essência. Um gênio da guitarra que toca com incrível sentimento e fervor. Se ele nunca fizer outro disco de sucesso, seu exibicionismo e aqueles exercícios selvagens no palco o levarão até o topo”.

Só imagino como se sentiram Roger Daltrey, Pete Townshend, John Entwistle e Keith Moon… Se soubessem o que estava para acontecer, talvez tivessem quebrado a guitarra do cara antes – na cena aí da foto, no camarim, ao lado do hómi.

Cinco décadas atrás, Jimi Hendrix roubou a cena, os holofotes e os críticos com sua guitarra. Escorado por Mitch Mitchell e Noel Redding, bateria e baixo do lendário Jimi Hendrix Experience, o mago hipnotizou a todos os presentes e fez o ato principal da noite, o The Who, soar como uma bandinha qualquer.

“Simplesmente que não deveríamos estar tocando com alguém daquela classe. Eles não deveriam ser nosso grupo de apoio. Não é que eu não possa suportar a competição – é só que eu não suporto a competição!”, diria Pete Townsend.

Fica assim não, Pete! Teve gente na plateia com a mesma sensação…

“Quando eu o vi no Saville Theatre, abrindo para o Who, não podia acreditar. Fiquei estarrecido, embasbacado e completamente diminuído também. Ele mudou todas as nossas vidas em um instante”, revelaria, tempos depois, um tal de Brian May, a guitarra do Queen, que tinha quase 20 anos na época.

Ele ouvira falar muito do tal gênio pelo amigo Freddie Mercury, “um fã maníaco” do guitarrista, segundo May. Alguns meses depois, o tal Hendrix causaria mais uma vez no mesmo Saville Theatre, ao tocar a faixa-título de Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, apenas alguns dias após o lançamento do álbum. Paul e Ringo estavam lá. Aplaudiram de pé!

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

“Like a Rolling Stone”, ao vivo, em fevereiro de 1967:

“Wild Thing”, de novembro de 1967:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– setlist.fm

– crosstowntorrents.org

– thewho.com

– jimihendrix.com

– jimihendrix-lifelines.net

– books.google.com.br

– whocollection.com

– bangnzdrum.blogspot.com.br

Anúncios

4 comentários sobre “Jimi Hendrix rouba a cena do The Who em Londres

  1. Muito obrigado pela força, caro Ricardo!!!
    As palavras nos incentivam a continuar em frente, com muito mais certeza de que o trabalho está sendo bem feito!
    Continue com o efemérides!
    Aqui vai ter sempre espaço para o bom e velho! Viva o rock!
    Abração,
    Fernando.

  2. Sensacional, brother!
    Curto demais seu blog e as curiosidades, principalmente as que envolvem o rock n’ roll.

  3. Fernando; um dia vc vai escrever sobre o Simonal e o Sérgio Mendes- foi assim!

    Enviado do meu iPhone

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s