Uma noite para John Lennon e Nova York

Há 15 anos… dia 2 de outubro de 2001.

Uma noite para John Lennon e Nova York

A ideia de Yoko Ono e do produtor Ken Ehrlich era realizar um show beneficente para homenagear John Lennon. O dinheiro arrecadado seria usado para a causa do controle de armas nos EUA e do fim da violência entre os jovens.

Então, veio 11 de setembro. E tudo mudou. Até a data do tributo, prevista anteriormente para 20 de setembro.

“Essa noite agora é dedicada a Nova York e aos maravilhosos nova-iorquinos. E agora vamos angariar fundos para ajudar àqueles que tiveram suas vidas tão brutalmente modificadas pelos trágicos acontecimentos de 11 de setembro”, anuncia o ator Kevin Spacey, apresentador do tributo.

“E isso é muito apropriado. Ainda que John Lennon fosse Liverpool de nascimento, ele era um nova-iorquino por escolha. John Lennon amava Nova York. E Nova York amou e ama John Lennon”, lembra, para finalizar, muito emocionado:

“O espírito de John Lennon está aqui conosco nessa noite, assim como estão os espíritos de outros 5.798”.

A noite de 2 de outubro de 2001 se tornou, então, uma tocante homenagem ao artista que abraçou Nova York como sua casa e um momento para lembrar e velar as vítimas do terrorismo.

Nomes do passado e da atualidade se juntaram para reinterpretar sucessos dos Beatles e da carreira solo de John. Lou Reed, Billy Preston, Cindy Lauper, Dave Matthews, Stone Temple Pilots, Alanis Morissette, Nelly Furtado, Moby, entre outros artistas, cantaram as lindas mensagens de paz e amor deixadas por John.

Sem esquecer do filho, Sean, que participou de três apresentações na homenagem (“Across the Universe”, “This Boy” e “Julia”).

O destaque, porém, não foi de um, digamos, profissional.

Foi Kevin Spacey quem roubou as atenções em uma interpretação absolutamente maravilhosa e surpreendente da igualmente maravilhosa “Mind Games”. Spacey deixa a alma no palco e emociona cada alma presente no Radio City Music Hall de Nova York. Incluindo John!

“Loooooove is the answer… and you know that for sure! Loooooove is a flower, you got to let it, you got to let it grow!”, canta, olhos marejados e à flor da pele. Inesquecível.

Ao final, antes de um lindo coral coletivo de “Give Peace a Chance” e “Power to the People”, Yoko agradeceu aos bombeiros, policiais e voluntários que participaram do resgate nos ataques em Nova York.

E também lembrou de algumas das palavras positivas do marido. “John disse uma vez: ‘nós podemos, nós podemos fazer juntos’. Bem, estamos aqui e agora, juntos. Todos 6 bilhões de nós!”, disse, para aplausos dos presentes.

Sim, John, nós podemos.

Love is the aswer, sempre.

Kevin Spacey e “Mind Games”:

O tributo, na íntegra:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– IMDb

– imaginepeace.com

– allmusic.com

– mtv.com

– abcnews.go.com

– nytimes.com

Anúncios

Um comentário sobre “Uma noite para John Lennon e Nova York

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s