SBT entra no ar

Há 35 anos… dia 19 de agosto de 1981.

SBT entra no ar

“Pouco mais de um ano após a cassação do direito de operação da TV Tupi, o Canal 4 de São Paulo está voltando ao ar. Com transmissão ao vivo, direto de Brasília, da cerimônia de assinatura do contrato entre o Ministério das Comunicações e o novo concessionário do canal, o Sistema Brasileiro de Televisão (comandado pelo empresário Silvio Santos), a sexta emissora da televisão paulista inicia suas atividades amanhã, às 9h30. É a TV-Studio, ou simplesmente, TV-S.”

Na capa da Ilustrada de 18 de agosto de 1981, a Folha anunciou, em extensa reportagem, o nascimento do novo canal de televisão no Brasil. Sob o feliz título “TV-S nasce com apelo popular”, a matéria capta a essência e o DNA do SBT de Silvio Santos.

Passados 35 anos, a emissora do Senor Abravanel pouco mudou. Segue popular. Da programação inicial, com “filmes, desenhos animados, alguns programas de auditório e jornalismo” – relatada na reportagem -, há pouco a acrescentar. Novelas mexicanas, reality shows e outras invencionices bem-sucedidas da mente sagaz de Silvio Santos.

Em três décadas e meia, o Sistema Brasileiro de Televisão se consolidou como o vice-campeão de audiência. E nunca demonstrou nenhuma vergonha por isso. Ao contrário: Silvio Santos sabia que dificilmente cutucaria a liderança da Globo de Roberto Marinho. Então, encampou a ideia do eterno segundo lugar. Deu certo – atualmente, a Record de Edir Macedo briga pelo posto com o SBT.

“A nova emissora já nasce grande e poderosa. Com um quadro de 2.450 pessoas (1.200 a 1.300 apenas na produção, técnica e corpo artístico), estúdios na Vila Guilherme que ocupam uma área de 11 mil metros quadrados e investimentos de US$ 10 milhões, dos quais US$ 5 milhões já gastos, a TV-S será a emissora-líder de uma rede nacional de 22 emissoras, que só não cobrirá de início alguns estados do Nordeste”, relata o texto da Ilustrada.

Hoje, o canal abarca 114 emissoras, cerca de 5 mil funcionários e colaboradores, e tem sede não mais na Vila Guilherme, mas na Rodovia Anhanguera, próximo à cidade de Osasco, a 15 km do centro de São Paulo.

O dia da inauguração (como citado na reportagem) teve transmissão da cerimônia de assinatura do contrato de concessão e, claro, discurso de Silvio Santos.

“Eu estou feliz. Um pouco nervoso, mas feliz. Feliz porque eu estou vendo diante de mim a minha esposa, os meus amigos, alguns dos meus colegas e autoridades que dirigem o nosso País”, disse o empresário, visivelmente realizado e, sim, um pouco nervoso.

O SBT estava no ar.

Dois anos depois, outro novo canal surgiria no rol da televisão brasileira: a Manchete de Adolpho Bloch.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

OBS.1: Na foto, o primeiro logo do SBT.

OBS.2: Vale clicar nos links abaixo, em especial no do UOL. O pessoal dá um panorama histórico muito bom sobre a emissora do Silvio!

Silvio Santos recebe a concessão e inaugura o SBT:

Vinheta de 1981:

Especial de 30 anos de SBT:

Fontes e +MAIS:

Acervo Folha

Wikipédia

uol.com.br

observatoriodatelevisao.bol.uol.com.br

jconline.ne10.uol.com.br

otvfoco.com.br

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s