Melody Maker coloca o Sex Pistols na capa pela primeira vez

Há 40 anos… dia 7 de agosto de 1976.

Melody Maker coloca o Sex Pistols na capa pela primeira vez

Da Wikipedia em inglês:

Melody Maker foi um jornal semanário britânico de música pop/rock, um dos primeiros semanários de música do mundo (de acordo com a sua editora, a IPC Media, o mais antigo). Foi fundada em 1926, em grande parte como uma revista para os músicos de banda de dança, pelo compositor e publisher Lawrence Wright; o primeiro editor foi Edgar Jackson. Em 2000, a revista foi incorporada pela “antiga rival” (e publicação irmã do IPC Media) New Musical Express.

Como se lê, a Melody Maker teve grande importância na divulgação da música do século 20, principalmente o rock. Além disso, inspirou o nascimento de outras revistas de música, como a Rolling Stone.

Estar na capa da Melody Maker, portanto, tinha grande peso. Pois quatro décadas atrás, os meninos loucos do punk britânico chegaram lá pela primeira vez. A primeira de muitas do Sex Pistols!

“Do gloriosamente estridente e desinibido corpo a corpo do punk rock britânico vai surgir os músicos para inspirar uma quarta geração de roqueiros”, dizia a manchete, sob uma foto que capta exatamente o teor do texto: o corpo a corpo desinibido do punk, ou seja, Johnny Rotten e banda em interação física com os fãs, em cima do palco.

O bandleader, por sinal, é figura central da reportagem intitulada “Punk Rock: Rebeldes Contra o Sistema”, de Caroline Coon, como se lê na instigante abertura:

“Johnny Rotten parece entediado. Ênfase na palavra ‘parece’, mais do que ‘entediado’, como o próprio Johnny quer fazer crer. Suas roupas, unidas por alfinetes de segurança, caem em torno de seu corpo indolente em desordem calculada. Seu rosto é um cinza subnutrido. Nenhum músculo se move. Seus lábios ecoam a inclinação para baixo dos ombros magros de cabide. Apenas seus olhos registram o menor traço de vida.”

A matéria, claro, serviu para deixar os Pistols ainda mais em evidência. Dois meses depois, em 8 de outubro, eles assinariam contrato de dois anos com a EMI.

Em novembro, o primeiro single, “Anarchy in the U.K.”, seria lançado.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

“Anarchy in the U.K.”:

Trecho de “Melody Makers, Should’ve Been There”, sobre a Melody Maker:

Fontes e +MAIS:

– Wikipedia

– rocksbackpages.com

– sonicmoremusic.wordpress.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s