Referendo aprova independência da Eslovênia

Há 25 anos… dia 23 de dezembro de 1990.

Referendo aprova independência da Eslovênia

“A Iugoslávia deixará de funcionar como um Estado federal dentro de um ano, e, provavelmente, vai se dissolver no prazo de dois. A reforma econômica não vai evitar o rompimento. […] Uma guerra em grande escala entre as Repúblicas é improvável, mas conflitos intercomunitários sérios vão acompanhar o rompimento e continuarão depois. A violência será intratável e amarga. Há pouco o que os Estados Unidos e seus aliados europeus possam fazer para preservar a unidade iugoslava.”

Como bem observou Thomas Shreeve em estudo de 2003, o documento do serviço de inteligência do Departamento de Estado americano, emitido em 18 de outubro de 1990, “foi analiticamente sólido, visionário e bem escrito. Foi, também, fundamentalmente inconsistente com o que os formuladores de políticas queriam que acontecesse com a antiga Iugoslávia, e não teve quase nenhum impacto na política internacional dos EUA”.

Pouco mais de dois meses depois, mais um marco era colocado na ainda incipiente linha do tempo do (ainda pacífico) colapso da Iugoslávia. Em referendo realizado no dia 23 de dezembro, 88,5% dos eleitores votaram a favor da independência da Eslovênia.

Foi um dos primeiros capítulos reais do que viria a ser um trágico desmembramento da outrora estável Iugoslávia do Marechal Tito. Claro, desde a morte dele, em maio de 1980, já havia sinais inequívocos de um conflito. Ao fim e ao cabo, um sangrento e terrível conflito.

A Eslovênia abriu o caminho porque foi a primeira das seis repúblicas a dar fim ao regime comunista. No início daquele ano, o Partido Comunista foi derrotado nas eleições parlamentares e presidenciais.

Milan Kucan assumiu o poder, com o discurso de tornar o país independente, mas por meios não-violentos. Então, o plebiscito popular deu força e legitimidade para o novo presidente buscar a autonomia da Eslovênia.

Pouco depois, em 25 de junho de 1991, o país se tornou oficialmente independente da Iugoslávia e um pequeno conflito – a Guerra dos Dez Dias – se seguiu.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Trecho do documentário da BBC, “The Death of Yugoslavia”:

Fontes:

Wikipedia

Acervo Folha

operamundi.uol.com.br

– news.bbc.co.uk

– elpais.com

history.state.gov

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s