Morre o ator Robin Williams

Há 1 ano… dia 11 de agosto de 2014.

Morre o ator Robin Williams

“[Ele] foi um aviador, um médico, um gênio, uma babá, um presidente, um professor, um Peter Pan… Mas foi um tipo único. Chegou em nossas vidas como um alienígena, mas acabou tocando cada elemento do espírito humano”.

Barack Obama o definiu com exatidão.

Realmente, Robin McLaurin Williams, canceriano de 21 de julho de 1951, nascido em Chicago, Illinois, foi um cara único, porém múltiplo. Um enigma fechado e um ser especial que nos emocionou, nos fez rir, nos fez chorar.

Há exato 1 ano, a depressão o levou. Após muita luta contra alguns vícios e a doença, além de um diagnóstico de Parkinson, ele resolveu partir. Aos 63 anos, despediu-se do mundo para encantar outras plateias.

Na Terra, deixou a marca do humor e da sensibilidade. Primeiro, como um talentoso comediante de stand-up em San Francisco. Depois, como o alienígena Mork, na série Happy Days. Finalmente, no mundo maravilhoso de Hollywood, em que ele foi um camaleão.

Perspicaz, provocador e piadista ao interpretar o disque jóquei e radialista Adrian Cronauer, de “Bom Dia, Vietnã”.

Questionador, humanista e fraterno na pele do professor John Keating, Oh, captain, my captain!, em “Sociedade dos Poetas Mortos”.

Absolutamente hilário e inimitável no corpo e na alma de Mrs. Doubtfire, a “Babá Quase Perfeita”.

Minimalista, sensível e preciso como o terapeuta Sean Maguire, em “Gênio Indomável”, o papel que lhe rendeu o Oscar.

As atuações em filmes “menores”, como “Jumanji” ou “Uma Noite no Museu”, ou em produções “sérias”, como “Um Sinal de Esperança” e “Violação de Privacidade”, não tiram o brilho de uma carreira fantástica. Ao contrário, mostram a enorme capacidade e talento para interpretar diversos tipos e personagens, em diferentes tramas.

Além do cinema, Robin Williams se aventurou na música. Com Bobby McFerrin, gravou uma versão absolutamente genial de “Come Together”, presente no disco In My Life, de George Martin. Ouça!

Professor, gênio, radialista, babá, terapeuta… Múltiplo e único Robin Williams.

“Não importa o quê as pessoas lhe falam, palavras e idéias podem mudar o mundo.”

Tributo a Robin Williams no Emmy de 2014:

Fontes e +MAIS:

Wikipedia

IMDb

Acervo Estadão

Acervo Folha

history.com

– usatoday.com

Anúncios

Um comentário sobre “Morre o ator Robin Williams

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s