Paul McCartney lança o single “No More Lonely Nights”

Há 30 anos… dia 24 de setembro de 1984.

Paul McCartney lança o single “No More Lonely Nights”

Sir Paul McCartney não precisava provar nada pra ninguém naquela altura do campeonato, como se diz. Podia se aventurar no projeto que fosse. Se fracassasse, continuaria a ser adulado e adorado pra sempre, como acontece até hoje.

Naquele 1984, Paul se arriscou na sétima arte novamente. Fã do cinema, queria atuar novamente, como fizera com os Beatles. Escreveu, então, “Give My Regards to Broad Street”. Uma história bobinha em que interpreta a si mesmo na preparação de um novo disco e se vê em maus bocados por causa da perda das fitas master.

Mesmo com a participação da mulher, Linda, e do amigo Ringo, o longa, lançado em outubro de 84, foi um retumbante fracasso. Roger Ebert o definiu como “o mais próximo que você pode chegar de um não-filme”. O implacável crítico de cinema, no entanto, fez ressalva com relação à trilha sonora: “maravilhosa”.

Bem, é aí que este escriba queria chegar.

“Give My Regards to Broad Street” teve como trilha um álbum homônimo. O disco, na verdade, é uma coletânea de releituras de velhas canções de Macca, como “Yesterday”, “Good Day Sunshine” e “Silly Love Songs”. Tem, porém, algumas inéditas. Entre elas, “No More Lonely Nights”, o único single do disco, lançado há exatos 30 anos.

Na contramão do fracasso do longa-metragem – e puxado pelo sucesso do single -, o álbum foi muito bem aceito e alcançou o primeiro lugar nas paradas britânicas.

“No More Lonely Nights” é uma balada grudenta, meio melosa, meio chatinha, mas muito melódica. Tem a cara do Paul dos anos 1980. Mais importante, tem a brilhante participação da inconfundível guitarra de David Guilmour! Sim, o mago do Pink Floyd executa um solo fantástico, daqueles que dão vida à canção.

Como escreveu Stephen Thomas Erlewine, do AllMusic, “No More Lonely Nights” tem “uma melodia absolutamente adorável de meio-tempo agraciada por um fantástico solo de guitarra de David Gilmour”.

Você pode não gostar, mas é impossível negar o sucesso do single, que chegou ao 6º lugar nos EUA e ao segundo posto no Reino Unido.

Sucesso na música, fracasso no cinema. Depois de “Give My Regards to Broad Street”, Paul nunca mais se empenhou em um projeto de filme.

Mas essa história fica pra outro dia… Porque todo dia é histórico.

Veja o clipe de “No More Lonely Nights”:

Fontes:

Wikipedia

allmusic.com

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s