Para D. Lydia de Moraes

vina_100

De inúmeras publicações sobre Vinicius de Moraes, uma que vale muito é o livro de correspondências do poetinha, organizado por Ruy Castro.

São mais de 200 cartas que ele enviou e recebeu de e para familiares, amigos e conhecidos, de 1932 a 1980.

É o Vinicius na intimidade, com problemas de gente normal, como contas a pagar ou insônia, por exemplo.

Nesta carta a mãe, um Vinicius de 19 anos de idade, irônico e sarcástico. E um fumante iniciante!

PARA D. LYDIA DE MORAES

Itatiaia, 24 de novembro de 1932

Senhora minha mãe,

Muitas saudades.

Senti muito em saber que a senhora, tão jovem ainda, está perdendo a razão. E senti muito também por ter conhecimento da sua profunda miopia. É uma pena, hein?

A notícia de que eu estou fumando é real. Porém, é tão pequeno o número de cigarros (três por dia, marca Tabaco Douradinho, sem nicotina) que não me tem feito a menor perturbação. Até pelo contrário, tem me distraído muito.

Vou muito bem, engordando muito. Beijos do

Vinicius.

22set13vm

Fontes:

Livro Querido Poeta – correspondência de Vinicius de Moraes – organização: Ruy Castro

Anúncios

Fala!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.